Unisanta abre primeiro polo em Território Indígena

146

A premissa de democratização do ensino superior de qualidade e inclusivo fez com que a Unisanta criasse o primeiro polo EAD em território indígena da instituição em São João das Missões, Minas Gerais.

Na última sexta-feira (26), em reunião com o prefeito da cidade, Jair Xakriabá, o diretor comercial de EAD da Unisanta, Rodrigo Nunes, junto ao gestor de polo, Anderson Cezar Ramos, ficou acertada a instalação do primeiro polo EAD na região.

Trata-se de uma ação inédita no Brasil e um importante passo na produção de conhecimento da maior reserva indígena do estado. A presidente da Unisanta, Lúcia Teixeira, ao longo dos anos, busca democratizar o ensino, levando educação de qualidade para todo o povo indígena.

Polo indígena

Para o prefeito, a chegada do polo representa um avanço na oferta de ensino superior de qualidade. “Será de grande importância o polo da Unisanta, gerando oportunidade de conhecimento e de emprego em nosso município e todo nosso território indígena Xakriabá”, ressaltou o prefeito.

Serão ofertados diversos cursos de graduação, tecnólogos, bacharelados e pós-graduação. A Unisanta já conta com 3 alunos indígenas formados e 110 cursando em toda sua rede e espera aumentar esse número cada vez mais.

Sobre o EAD Unisanta

Os cursos EAD da Universidade Santa Cecília proporcionam oportunidades de trabalho e promoção na carreira. Oferecem o conhecimento e as habilidades que os empregados desejam. O conteúdo disciplinar pode ser acessado em qualquer hora e lugar, permitindo flexibilidade e autonomia.

A EAD é uma tendência mundial que cresce cada vez mais. A modalidade alia flexibilidade e comprometimento à educação de qualidade na hora e no momento em que o aluno tem disponibilidade para estudar.