Projeto Observatório Chega é finalista do Prêmio Comunidade em Ação do Grupo Tribuna

119

O projeto “Observatório CHEGA”, idealizado pelas professoras Nara Assunção, Raquel Alves e Márcia Okida, dos cursos de Jornalismo e Produção Multimídia da Universidade Santa Cecília, é finalista do Prêmio Comunidade em Ação, do Grupo Tribuna. A matéria foi divulgada na edição do dia 17 de outubro deste ano.

O Observatório da Violência Contra Mulher é um projeto multidisciplinar dentro da própria instituição que visa informar, mapear e ampliar o debate sobre a violência contra a mulher na Baixada Santista. Os participantes voluntários reúnem- se semanalmente para debater e produzir conteúdo, com o objetivo de contribuir ativamente na construção de uma nova narrativa que aborde a temática. 

Em entrevista exclusiva para o jornal A Tribuna, as docentes contaram que a ideia de fazer o projeto surgiu através de um depoimento de uma aluna que sofreu violência muito tempo em segredo. Com “muita empatia e comoção”, na hora veio a ideia de que era o dever delas, como educadoras, conversar abertamente sobre o assunto, mas no sentido de estimular a formação de uma rede de apoio para outras alunas que tivessem passado pela mesma situação, e juntas contribuir com uma nova narrativa jornalística.

As iniciativas do CHEGA vão desde eventos, debates, rodas de conversas a artes postais sobre a temática. “Entendemos que a universidade tem a responsabilidade de criar esses espaços de diálogo e assim temos feito, afinal o maior inimigo da mulher que sofre violência é o silêncio”, afirmou Márcia Okida.

De acordo com a professora Nara Assunção, caixas escutatórias são espalhadas por diversos lugares. “A intenção é que as mulheres que já viveram ou estão passando por processos de violência escrevam suas histórias e depositem nas caixas, que estão na Unisanta, no Juicy Hub e na Estação Cidadania. Elas não precisam se identificar”.

Nara disse ainda ao Jornal, “a partir desses relatos, vamos criar uma instalação sonora, que será ativada em 25 de novembro, o Dia Mundial pela Eliminação da Violência Contra a Mulher”.

O projeto já está com planos para o futuro que irão permear várias vertentes, como desenvolver o pilar acadêmico e ampliar o conteúdo jornalístico, além de um sonho ainda mais ambicioso de fazer uma pesquisa de campo para entender como se dá violência contra a mulher na região, afirmou a Raquel Alves.

O que é o prêmio Comunidade em Ação?

A 20.ª edição do Prêmio Comunidade em Ação é uma iniciativa do Grupo Tribuna e busca valorizar as ações voluntárias de grupos, instituições ou indivíduos em benefício de causas sociais de toda a região. Tem também como meta estimular, por meio da divulgação dos trabalhos, outros setores da sociedade a adotar a mesma prática, gerando, assim, uma corrente do bem.

O Grupo Tribuna, por intermédio de um júri, pré-selecionou 15 projetos, seguindo os critérios de Impacto Social, Grau de Mobilização, Aplicação de Competência e Originalidade, entre eles estão dois da Unisanta, Porto às Cegas e Observatório CHEGA. A premiação acontece no mês de dezembro.