Ex-aluno de Jornalismo da Unisanta conquista terceiro lugar no Prêmio Carolina Maria de Jesus

179

Arnon Gomes, jornalista formado pela Universidade Santa Cecília – Unisanta, conquistou o terceiro lugar do Prêmio Carolina Maria de Jesus, na última quinta-feira (07/12). O seu projeto “Conhecendo as Estrelas Negras”, que foi realizado junto com alunos do ensino fundamental e médio, recebeu 291 votos.

Com o projeto “Conhecendo as Estrelas Negras”, Gomes resolveu levar para as salas de aula sua experiência de biógrafo de modo a fazer disso um instrumento de conscientização e combate ao racismo. Nesse trabalho, alunos dos ensinos fundamental e médio são levados a ler biografias de negros e negras que fizeram história e, na sequência, produzirem algum material expositivo, a fim de compartilhar com os demais alunos da instituição, onde estudam, o pensamento de pessoas que foram importantes vozes na defesa de uma sociedade igualitária e antirracista.

SOBRE O PRÊMIO

O Prêmio Carolina Maria de Jesus foi instituído pela Resolução N.º 2.042, de 14 de março de 2022, de autoria do Vereador Wesley da Dialogue. A honraria foi idealizada para homenagear pessoas e entidades que se destacaram por sua atuação na defesa e promoção dos direitos das mulheres e homens negros e no combate ao racismo em Araçatuba, como forma de reconhecer e valorizar tais ações, além de incentivar ações da sociedade civil na defesa dos direitos humanos e no combate às desigualdades raciais.

O prêmio leva o nome de uma das maiores figuras do Brasil, Carolina Maria de Jesus, ex-catadora de recicláveis que se tornou escritora, compositora e poetisa brasileira e conhecida internacionalmente pelo seu livro “Quarto de despejo: diário de uma favelada”, no qual relatou o seu dia a dia na favela do Canindé, na cidade de São Paulo.