Reitora da Unisanta fala sobre Educação em caderno Especial de A Tribuna

66

No último domingo, dia 4 de dezembro, no caderno D-12 (editoria Educação), do Jornal A Tribuna, a reitora da Unisanta, Dra. Sílvia Ângela Teixeira Penteado, foi entrevistada para uma matéria sobre o papel das instituições de Ensino Superior em captar alunos de outras regiões do Estado, para os polos universitários da Baixada Santista.

O objetivo da reportagem foi abordar o papel que as faculdades da região têm, para atrair a atenção dos estudantes de outras regiões, não só do Estado, como também  País, com inovações nos seus cursos e polos de estudo. A cidade de Santos hoje é um dos mais importantes polos universitários do Estado.

“Para a Universidade Santa Cecília (Unisanta), diariamente se dirigem dezenas de ônibus com estudantes vindos de todo o litoral de São Paulo, além de alunos da Capital e do ABC. Além dos presenciais, há 15 anos implantamos o EaD e, hoje, temos mais de 100 polos em cidades de todo o País”, ressalta a reitora da Unisanta.

Sílvia destaca que as áreas mais procuradas pelos estudantes são as da Saúde, Direito, Administração, Tecnologia, que compreende todas as Engenharias (ao todo são oito modalidades), e Sistemas de Informação.

Com relação aos diferenciais oferecidos pela Unisanta, a reitora aponta as questões no âmbito acadêmico, científico, tecnológico e comunitário. Ela diz que as principais particularidades são o projeto do curso, o processo de qualificação dos docentes e de que maneira acontece a ligação entre a teoria e a prática, sobre os desejos dos alunos e pais e urgências da sociedade.

“Há também um diferencial científico, que aposta na forma de ligação do ensino à pesquisa e à inovação. Isso é muito forte para a gente, uma vez que estamos no top 10 de inovações entre as universidades particulares e somos a primeira da região no ranking Universitário da Folha de S. Paulo”, fala Sílvia.

Nesse sentido, a reitora salienta os diferenciais da faculdade, sendo um deles o atendimento comunitário, por dar ao estudante a chance de ele estar ligado às atividades mais elaboradas, pelo tamanho dos laboratórios existentes nas instituições de ensino da Unisanta.

A matéria destaca também o espaço do Parque Tecnológico, cuja estrutura é formada por laboratórios em todas as áreas e a biblioteca, considerada a maior da região.

Por fim, Sílvia aborda os meios de ingressos dos alunos na faculdade, por intermédio de programas como o ProUni e valoriza que “a competitividade alimenta a excelência de cada uma das faculdades” da Baixada Santista.