Gustavo Furlan, ex-aluno de Engenharia de Computação, é analista de telecomunicações na Vivo

118

Formado em Engenharia de Computação pela Universidade Santa Cecília – Unisanta, Gustavo Furlan ingressou, em janeiro deste ano, como analista de telecomunicações na Vivo, marca que pertence à multinacional Telefónica. Uma das principais companhias de comunicação do mundo, a empresa opera no Brasil desde 1998 e possui, em todo o mundo, quase 360 milhões de clientes.

Gustavo explica que hoje atua na área de automação e integração de projetos, trabalhando com duas frentes ligadas ao setor de automatizações. “Como desenvolvedor de RPA [sigla de “Robotic Process Automation”, ou Automação de Processos Robóticos], desenvolvo robôs para áreas da empresa que possuem muitos trabalhos repetitivos, visando reduzir o tempo gasto em tarefas ligadas aos tratamentos de dados e cadastramentos em massa, por exemplo. Na segunda frente, atuo com a criação de dashboards utilizando BI [“Business Intelligence” ou inteligência de negócios], automatizando relatórios que possuem aquisições de dados que são manuais”.

Ele afirma que “todos esses trabalhos são fundamentais, pois geram economia para a companhia, permitindo que os colaboradores possam se dedicar mais ao serviço de análise do que ao preenchimento manual de planilhas”.

Para ingressar na Vivo, o engenheiro passou por um processo seletivo que contemplou testes on-line sobre lógica, conhecimentos gerais e inglês, além de entrevistas com os gestores de área e de recursos humanos.

Entre as características que mais o atraem na Vivo, Gustavo aponta, como as principais, a flexibilidade e a liberdade que recebe para desenvolver os projetos. “Posso escolher qual linguagem pretendo utilizar ou a estratégia que vou adotar. A Vivo preza muito pela diversidade e deixa seus colaboradores livres na tomada dessas decisões, o que torna o ambiente muito saudável e desafiador”.

Para atuar no time de desenvolvedores ligados à RPA, Gustavo comenta que realizou um curso interno de formação com duração de três meses. “Hoje, a nossa equipe é referência dentro da vice-presidência de redes, que abrange toda a área de engenharia, redes e atendimento ao cliente. Um de nossos desafios mais recentes envolveu a internalização de um portal de informações que, anteriormente, era mantido por uma empresa terceirizada. Agora sob responsabilidade do nosso time, conseguimos reduzir o tempo de atualização dos dados de um dia e meio para apenas 30 segundos”.

Sobre seu período como aluno da Unisanta, Gustavo entende que a universidade foi fundamental para o seu desenvolvimento e manifesta gratidão à instituição, ao curso e aos professores. “Através do curso de Engenharia de Computação, aprendi como me comportar perante os desafios que posso vir a enfrentar como engenheiro. As aulas práticas e os projetos dos quais participei como aluno me deixaram mais preparado e fortalecido para o mercado de trabalho. Outro ponto fundamental que destacaria seria a preocupação em passar para os alunos as tendências do mercado de trabalho, desde uma linguagem de programação até o perfil do engenheiro da atualidade, que, por sinal, mudou e muito!”, finaliza o aluno, que pretende continuar se aprofundando cada vez mais no mundo da RPA para participar de projetos cada vez mais avançados.

Fonte: https://engenharia.unisanta.br/computacao/noticias/gustavo-furlan-ex-aluno-de-engenharia-de-computacao-e-analista-de-telecomunicacoes-na-vivo/