Flávio Alves, ex-aluno da Engenharia Elétrica, é homenageado pelo Crea-SP

363

Flávio Alves, ex-aluno da Engenharia Elétrica, foi homenageado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (Crea-SP) no final de junho por seus destaques em atividades acadêmicas no curso. Atualmente o jovem de 23 anos é Gestor de Energia de uma empresa multinacional no ramo alimentício e tem mais de 15 anos de história de excelência e esforço com o Complexo Educacional Santa Cecília.

Sua trajetória com a Santa Cecília começou no Colégio quando ingressou na Educação Infantil e ficou até o Ensino Médio, no qual participou das Olimpíadas de Matemática, além de se formar com honra ao mérito sendo um dos melhores alunos em 2017, tendo, logo depois, ingressado no curso de Engenharia Elétrica da Unisanta. 

“Escolhi o curso porque sempre participei das Olimpíadas e a Unisanta pela grande estrutura e por ser um dos grandes nomes do ensino superior de Santos”, revela ele. 

Já no primeiro ano do curso, foi homenageado como um dos melhores alunos da Engenharia de 2018 e ao término do curso, recebeu honra ao mérito como um dos melhores alunos formandos de 2022, além de ser um dos alunos com a melhor média de 5 anos no curso de Engenharia Elétrica. 

Ainda na graduação, no quarto ano da faculdade, ingressou em um estágio em empresa multinacional no ramo alimentício, líder no mercado de ingredientes. Depois de 4 meses foi efetivado, já foi promovido e hoje é analista de compras de energia, realizando a gestão de energia das fábricas da empresa.

A Unisanta envia uma relação dos melhores alunos de Engenharia ao Crea-SP, que faz uma premiação como forma de homenagem aos alunos das principais instituições do estado, como forma de incentivá-los, por seus destaques em atividades acadêmicas, e Flávio foi um dos escolhidos para receber a homenagem. “Fiquei muito feliz, fica uma sensação de gratidão, mas desafiador porque mexer com números é para poucos”, comenta o jovem. 

Sobre planos futuros, ele pretende crescer profissionalmente, estudando cada vez mais e não pretende encerrar o seu ciclo da Unisanta, fazendo uma pós-graduação nos próximos anos e talvez um mestrado e depois um doutorado.

Ele conta também como sempre teve apoio dos professores dos funcionários em jornada acadêmica, em especial Flávio cita o falecido Prof.  Emerson Lima, de Matemática, e Profa. Rita Lourenço Del Giorno, de Física, no período do Ensino Médio, e na Universidade o Prof. Eng. Ricardo Carvalhal e Prof. MSc. Alexandre Shozo.

“O Complexo Santa Cecília foi minha segunda casa. Tive muito crescimento pessoal e profissional, além das amizades, consegui aprender muito. Tenho orgulho de dizer: Eu sou Unisanta”, conclui o engenheiro.