Gabrielle Roncatto fala sobre preparação para a Olimpíada de Tóquio em entrevista da Rádio BandNews

40

A nadadora olímpica e atleta da Unisanta, Gabrielle Roncatto, falou sobre seu processo de preparação e a expectativa para a Olimpíada de Tóquio, em entrevista para o quadro “Na Trilha do Pódio”, da Rádio BandNews, na terça-feira (15/09).

Gabrielle começou a conversa resumindo sua trajetória na natação, esporte que pratica desde os sete anos de idade. Entre seus feitos mais marcantes, ela abordou sua participação na primeira seletiva para uma competição estrangeira, com onze anos, representando o Brasil pela primeira vez, as conquistas nos Jogos Pan-Americanos de Toronto e de Lima (2015 e 2019, respectivamente), além da participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, com apenas 17 anos de idade.

Outro assunto que também esteve em pauta foi o impacto da pandemia do novo coronavírus nos treinamentos da nadadora da Unisanta. Gabrielle destacou sua total dedicação para as seletivas da natação brasileira e consequentemente para a Olimpíada (que em tempos normais já teria acontecido entre julho e agosto deste ano). Ela também descreveu seu choque e frustração ao ser noticiada do adiamento do evento para 2021 (23/07 a 08/08).

Na oportunidade, Gabrielle, que mora em apartamento, decidiu se mudar temporariamente para Avaré, interior paulista, onde intercalava seus treinos entre nadar amarrada em uma pequena piscina da propriedade e nadar solta em uma represa próxima. Assim foi sua rotina até os treinos na Unisanta serem retomados.

Além de nadadora da equipe Unisanta, Gabrielle também é aluna de Direito da universidade e falou um pouco da conciliação entre as duas atividades: “Aqui (Unisanta) é um dos poucos lugares no Brasil em que se consegue conciliar muito bem (aula e treino)”, comentou a nadadora, que está no último semestre de Direito e já planeja cursar Educação Física pela casa.

Gabrielle Roncatto, satisfeita com a decisão de manter (mesmo que de forma improvisada) seus treinos, se mantém motivada e direciona suas energias para uma possibilidade de integrar novamente a vitoriosa equipe de nadadores que orgulhosamente representará o Brasil em Tóquio.