Caroline Teixeira toma posse de cadeira e se torna a mais jovem integrante da Academia Santista de Letras

140

Por Santa Portal

Diretora da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade Santa Cecília (Unisanta), Dra. Caroline Simões Teixeira Perrella se tornou, aos 28 anos, a mais nova integrante da Academia Santista de Letras. Na noite desta segunda-feira (27), ela tomou posse da Cadeira 39, cujo patrono é Benedito Calixto de Jesus e que já foi ocupada também pelo avô dela, Milton Teixeira, fundador do Complexo Santa Cecília.

A cerimônia aconteceu no auditório do 4.º andar da Unisanta e contou com membros da Academia, além de autoridades da cidade de Santos e região. A saudação foi feita pelo também acadêmico Marcelo Pirilo Teixeira, pai de Caroline, que ocupa a Cadeira 29 na Academia Santista de Letras.

A cerimônia foi marcada pelos discursos da jovem doutora e do pai, que se emocionaram muito ao longo da noite. Teixeira relembrou a trajetória do pai, que, além de ocupar uma das cadeiras, também foi presidente da instituição. O pró-reitor administrativo da Unisanta e presidente do Sistema Santa Cecília de Comunicação destacou o orgulho que sente da filha ao vê-la assumir a posição, que um dia foi do avô da jovem.

“Como tudo na nossa vida, passa um filme. E nesse filme, já teve o protagonismo do meu pai, que assumiu a Cadeira 39, na qual eu fui de mãozinha dada com ele. […] Assumi a Cadeira 29 também ainda jovem, ao mesmo tempo, com essa responsabilidade do prosseguimento da família. Já estavam a Sílvia e a Lúcia Teixeira como acadêmicas, e agora surge a oportunidade da renovação, por meio da Caroline, que, se não bastasse o talento, a capacidade e a competência, ela ainda assume a Cadeira de seu avô. É um ciclo tão bonito”, declara ao falar sobre a responsabilidade que a posição traz.

O acadêmico Eustázio Alves Pereira Filho, presidente da entidade, destaca que Caroline veio para mesclar a experiência daqueles que já fazem parte da instituição com o espírito jovem, para que a cultura e arte sejam propagadas ainda mais pela cidade. “Embora bem jovem, ela é muito talentosa. Realmente um potencial incrível. Ela faz jus [à família], e nós sentimos enorme alegria ao recebê-la. Ela incentiva a juventude a participar mais da Academia, que é essa conservação das letras, da cultura, da arte. São intelectuais que querem essa preservação”, afirma.

Para Caroline, é um orgulho ser a terceira geração da família Teixeira a se tornar membro da instituição, além de se tornar a jovem a ocupar uma das cadeiras, que tem um significado ainda mais especial, pois era a de seu avô Milton.

“É uma noite especial. É um orgulho, primeiramente, estar ocupando a Cadeira de Benedito Calixto, que representou tão bem a cidade com seus trabalhos, e tem um motivo pessoal, que é ocupar a Cadeira do meu querido avô. Hoje nós seguimos o seu legado, seguindo os exemplos que ele nos deu. Para mim, é um orgulho e um desafio poder dar continuidade nos seus belíssimos trabalhos”, afirma emocionada.

Orgulho

Para o irmão e diretor-geral do Sistema Santa Cecília de Comunicação, Marcelo Teixeira Filho, Caroline vai desempenhar um grande papel, assim como em outras instituições nas quais trabalhou. Ele afirma que a jovem contribuirá muito para a cultura e educação da cidade.

“É um orgulho muito grande. A Carol é desenvolvida em diversas áreas e, sem sombra de dúvidas, estávamos na certeza de que ela vai representar muito bem a nossa família, não só a família Teixeira, mas a ceciliana. Com pouca idade, mas muito trabalho que ela tem na área da pesquisa, da cultura, da educação, poderá colaborar e muito com a Academia e levar, cada vez mais, a juventude para dentro da entidade”, declara.

A tia da doutora, reitora Sílvia Ângela Teixeira Penteado, vê a posse da sobrinha como uma grande honra para a família. “É uma alegria muito grande, um prazer. A renovação da Academia de letras, uma egrégia casa com intelectuais das letras, das artes e da ciência. É um privilégio para a nossa família ter mais um membro”, afirma.

Já o primo de Caroline, Marcus Teixeira, diretor de Marketing da Unisanta, a vê como referência na educação, assim como o avô. “Que ela venha somar com a sua juventude. Sem dúvida nenhuma, ela vem abrilhantar essa já tão vistosa academia. Todo mundo tem a ganhar com essa referência que é a Caroline”, diz.

Para a diretora-geral da Unisanta e tia da jovem, Lúcia Maria Teixeira, a entrada da sobrinha para a Academia Santista de Letras vai servir de incentivo para outros jovens da educação e arte da região.

“É uma noite muito especial não só para a família Teixeira, para a universidade, (mas também) para a Academia, que se renova com novos talentos. Nós precisamos cada vez mais incentivar esse trabalho, e a universidade faz isso, apoiando a Academia Santista de Letras e tantas outras entidades. A Caroline tem esse dinamismo, essa experiência, essa vontade de trazer sempre novos conhecimentos. Ela vai enriquecer muito a instituição”, finaliza.

Caroline Teixeira

Caroline é formada em Fisioterapia pela Unisanta e tem especialização no Hospital Albert Einstein, na capital, incluindo mestrado em Ciências da Saúde. Na Unisanta, ela está à frente dos cursos de Fisioterapia, Odontologia, Nutrição, Biomedicina, Educação Física, Farmácia e Psicologia.

Entre suas iniciativas estão a criação do Ambulatório Pós-Covid e o projeto que doou mais de cinco mil máscaras durante a pandemia de Covid-19. Ela é presidente da USC Saúde, organização social que administra a Clínica-Escola do Autista em Santos. Também fez parte da diretoria da Asfar e do Lide Mulher.