Nadadora da Unisanta, Beatriz Dizotti faz história e entra no TOP 8 do Ranking da Fina

479

A jovem nadadora da Unisanta Beatriz Dizotti, de 22 anos, vem ganhando destaque nas provas de longa distância. Em 2022, ela marcou seu nome ao entrar recentemente para o ranking da Federação Internacional de Natação (Fina) e conquistar a colocação TOP 8 nas provas de piscina longa e curta.

Ela é atualmente a única brasileira no TOP 8 no ranking da Fina 2022 nas provas de 1.500m livre. Os tempos foram conquistados no Mundial de Budapeste e na Copa do Mundo, no Canadá.

Em Budapeste, por exemplo, na prova de 1.500m livre de piscina longa, a nadadora ocupou a sexta colocação da competição, com o tempo de 16m05s25, conquistado no Mundial. A estreante da seleção brasileira bateu o recorde brasileiro, que já era dela.

“Eu sempre me preocupei em fazer boas provas, bons tempos e essa conquista foi só uma consequência de tudo que eu vim treinando e vim construindo”, analisou Beatriz.

A outra posição no ranking de piscina curta veio de um tempo feito no Canadá. Na Copa do Mundo da Fina (etapa Toronto), Bea ficou em segundo lugar na prova de 1.500m, com o tempo de 15m48s82, consagrando-se vice-campeã.

Além do título do torneio, Bea estabeleceu o novo recorde brasileiro da prova em piscina curta. “Eu estava muito consciente, não estava esperando o resultado, mas eu fiquei muito feliz. O tempo, por curiosidade, é meio segundo do recorde sul-americano”, pontuou.

Retrospecto de 2022 

Em outubro do ano passado, Bea escreveu mais um capítulo na sua carreira. Entre os mais de 200 nadadores da competição, ela foi uma das sete, junto com outros dois nadadores da Unisanta, a alcançar as marcas para o Mundial de Fukuoka, no Japão, que será realizado neste ano.

Ela fez a marca de 16m08s35, na prova de 1.500m livre. Vale ressaltar que os índices para o Campeonato Mundial de Fukuoka de 2023 foram divulgados pela Fina em agosto e correspondem ao 16º lugar do Mundial de Budapeste deste ano. Mas eles ainda não estão classificados. Apenas serve como parâmetro para uma possível vaga.

Já no Troféu José Finkel de 2022, ela fez o terceiro melhor tempo da história dos 1.500m livre no Brasil, com 15m56s73. Esta foi a primeira vez que ela nadou abaixo da marca de 16 minutos.

Nova temporada 

Um novo ano se inicia, mas a expectativa para se manter no topo é algo desafiador a que qualquer atleta de alto rendimento sempre se desafia. No caso de Beatriz não é diferente. “Com certeza, este ano, ano que vem, cada vez querer mais e correr atrás de mais”, finaliza.

Bea volta às piscinas no próximo TYR Pro Swim Series, de Westmont, Illinois, que acontece entre os dias 12 e 15 de abril, nos Estados Unidos.

A Unisanta tem o patrocínio da Copersucar e do Brasil Terminal Portuário, Eldorado Brasil, T-Grão, BTG Pactual, Alfa, XP, Banco Safra e Governo Federal, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte; apoio Fupes.