Unisanta lança dois cursos técnicos: Jogos Digitais e Logística

321

Os dois novos cursos técnicos da Universidade Santa Cecília, em Logística e em Programação de Jogos Digitais, estão com inscrições abertas e início previsto para o segundo semestre de 2021. Os cursos foram elaborados com base na experiência de seis décadas do maior Complexo Educacional da Região e para atender à necessidade do mercado na absorção de profissionais destas áreas. Para saber mais e se inscrever, clique aqui!

As aulas serão ministradas nos períodos da manhã (das 8h às 11h30) ou tarde (das 14h às 17h30) ou noite (das 19h às 22h30).

Jogos digitais (3 semestres) – Podem participar alunos que estão cursando a 2ª ou 3ª  série do Ensino Médio e também os já formados.
Os jogos digitais entraram definitivamente no mundo dos negócios, deixando para trás a fase em que eram considerados produtos feitos de maneira amadora. Atualmente, movimentam uma grande indústria do segmento da economia criativa e tecnológica, que tem registrado crescimento acelerado em todo o mundo.

O curso técnico em Programação de Jogos Digitais abrange uma área relativamente nova, mas que está em crescimento acelerado no Brasil e no Mundo, com uma movimentação monetária impressionante e alto índice de empregabilidade. O curso tem por objetivo a formação de profissionais com competências para desenvolver sistemas para jogos digitais, seguindo os padrões de qualidade, ética e produtividade inerentes à natureza do trabalho do técnico.

A indústria de jogos digitais é importante não somente pela capacidade de geração de emprego e renda, mas também pela vocação de promover a inovação tecnológica para diferentes áreas como arquitetura e construção civil, marketing e publicidade, saúde, educação e defesa, treinamento e capacitação, entre outras.

A área de games ainda é muito nova em nosso país e, por isso, apresenta grandes oportunidades de crescimento. Se não bastasse esse cenário otimista, ainda há outro aspecto que chama a atenção quanto ao cenário de games no Brasil: mesmo em tempos de crise, o mercado continua progredindo e, consequentemente, novas oportunidades continuam surgindo.

Os profissionais poderão atuar em diversos segmentos, como gamificação na educação, marketing empresarial, simulação de negócios para treinamentos, criação de avatar para empresas, redes sociais, simulações médicas e entretenimento.

A sua grade curricular possui formação prática e atualizada contando com o uso de novas tecnologias de Realidade Virtual e Aumentada e impressora 3D. O formado poderá realizar: Desenvolvimento de roteiro; Criação de Personagens 2D e 3D; Programação em diferentes plataformas; Animação 2D e 3D; Edição de Som e Game Tester.

Logística (2 semestres) – Podem participar alunos que estão cursando a 3ª série do Ensino Médio e também os já formados.
Abordando uma área em permanente expansão e desenvolvimento e com altos índices de empregabilidade na região, o curso técnico em Logística formará profissionais com uma visão ampla e crítica do setor, que poderão atuar em empresas da iniciativa privada, governamentais, do quarto setor, em ONGs, etc.

O egresso do Curso Técnico em Logística deve ser capaz de realizar procedimentos de transportes, armazenamento e distribuição das cadeias de suprimentos, de agendar programa de manutenção de máquinas e equipamentos, de supervisionar processos de compras, recebimento, movimentação, expedição e distribuição de materiais e produtos, bem como de prestar serviços de atendimento aos clientes.

O curso técnico de Logística trará inúmeros benefícios à região portuária de Santos, uma vez que formará e capacitará, de maneira mais rápida e acessível, um número maior de profissionais para atuar no segmento. A justifica se embasa na projeção da Autoridade Portuária de Santos (Codesp), que prevê movimentar, no ano de 2024, mais de 240 milhões de toneladas.

No mesmo contexto, as expectativas de desenvolvimento econômico regional impulsionam novos negócios dos mais variados setores. Tal movimentação econômica na Baixada Santista impactará as esferas social, cultural, política e urbana.

Um exemplo desse crescimento é constatado no setor de varejo, o qual teve um expressivo avanço na compra e venda de produtos e serviços através do E-Commerce, especialmente no último ano, em decorrência da pandemia. É fato que o sucesso desse segmento se deu pela eficiência logística, investimento em centros de distribuição, organização estratégica de cadeia de suprimentos, etc., ou seja, o produto chegando de forma rápida, segura e acessível às mãos do cliente ou consumidor.

Por que cursar um técnico?
De acordo com a publicação Education at a Glance 2019, divulgada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), no Brasil apenas 8% dos concluintes do ensino médio são oriundos de cursos técnicos. Essa porcentagem está bem abaixo da média dos países que compõem a OCDE, que é de 40%. Em países como Áustria e Eslovênia, por exemplo, essa taxa é ainda maior: superior a 65%.

Esse cenário reforça a carência de formação técnica no País, principalmente no mundo pós-pandemia, no qual as consequências socioeconômicas foram devastadoras para grande parte da população.

Max Gehringer, referência em gestão empresarial, afirmou, em entrevista à rede CNN Brasil, que fazer um curso técnico é uma excelente opção para quem deseja uma colocação no mercado de trabalho.

“O maior índice de desempregados que nós temos no Brasil, proporcionalmente, está na faixa dos jovens entre 18 e 28 anos com curso superior. Em contrapartida, jovens com Ensino Técnico conseguem facilmente emprego, por existirem poucos profissionais com essa formação. Faça um curso técnico”.