Educação Física Unisanta: melhor curso em instituição privada da região, 3.º melhor do estado de São Paulo e Top 10 do país

97

A Ranking Universitário Folha de S. Paulo – RUF 2023 atesta o curso de Educação Física da Universidade Santa Cecília (Unisanta) como melhor curso entre instituição privada da região. O curso também está entre os três melhores do estado e no Top 10 do país.

A Unisanta também foi classificada como a melhor do estado de São Paulo em Inovação e entre as 6 melhores particulares do país. O RUF é uma avaliação anual do ensino superior do Brasil, feita pela Folha desde 2012. Foram 203 universidades examinadas, a partir de cinco indicadores: Ensino, Pesquisa, Mercado, Inovação e Internacionalização.

A Inovação é medida pelo total de pedidos de patentes e a porcentagem de estudos em parceria com o setor produtivo. Neste item, a Unisanta ficou 11 posições acima da segunda colocada da região e 19 posições a mais do que a terceira.

Sobre o curso – O curso de Educação Física (bacharelado) é destaque entre os cursos da Universidade Santa Cecília, sendo o único da Baixada Santista a obter a nota máxima 5 (escala 1 a 5) e a integrar os melhores do país no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes – Enade.

Fundado em 1998, o curso é responsável pela formação de inúmeros profissionais reconhecidos na região, no país e até internacionalmente, como a campeã olímpica de Maratonas Aquáticas, Ana Marcela Cunha.

O alto nível de colocação de ex-alunos no mercado de trabalho e em concursos públicos é reflexo da nota máxima obtida recentemente pela Fefesp no Enade. Ex-alunos da Fefesp atuam como técnicos, atletas profissionais e preparadores físicos na área da saúde.

A estrutura esportiva e a qualidade do corpo docente da Unisanta também estão entre os diferenciais do curso. No quesito dos ambientes que integram as aulas práticas do curso estão: a piscina olímpica coberta e aquecida (50 metros) e a de apoio (20 metros); quadras esportivas cobertas; academia de musculação e ginástica; e quadra de futebol society. As instalações foram escolhidas para treinamento das seleções da Rússia, Eslovênia, Itália e Japão, na Olimpíada do Rio de Janeiro.

O Prof. Nicolau Teixeira Ramos, coordenador da Fefesp, destaca a importância dessa marca: “A nota 5 representa, no meio da educação superior, uma grande vitória. É como se fosse uma medalha de ouro olímpica, o máximo que um curso pode alcançar. É um curso que forma campeões não apenas na educação. Este é um momento histórico”, afirma o coordenador.
Para Nicolau, as aulas práticas, os ginásios, a piscina olímpica, laboratórios e outros ambientes oferecidos durante as aulas são fundamentais para o aprendizado e a formação acadêmica dos alunos.

“A estrutura que a Unisanta oferece aos estudantes, principalmente nas disciplinas com aulas práticas, é um grande diferencial do curso. Parabenizo os alunos que se formaram na turma de 2021 pelo empenho na prova, os professores pelo trabalho e dedicação e também o corpo diretivo, a Direção Superior da Unisanta e todos os colaboradores que ajudam o curso de forma direta ou indireta”, acrescenta.

Mestres e doutores orientam exercícios para atletas e grupos especiais, como diabéticos, hipertensos, obesos e portadores de osteoporose, no Laboratório de Fisiologia e Saúde.

Os alunos participam de atividades esportivas em parcerias com órgãos públicos municipais e assistenciais da região, entre outros projetos. É a primeira universidade do país a inserir a disciplina de Surf na grade curricular.

Entre vários talentos da Unisanta, o estudante João Pedro Ignacio Melo, também conhecido como JP Melo, é um dos maiores destaques do beach tennis nacional e internacional sub-18. Aos 18 anos de idade, ele é atleta da Fundação Pró-Esporte de Santos (Fupes) e atual número 2 do ranking nacional sub-18 e do ranking paulista, 18.º no ranking internacional (International Tennis Federation – ITF), 9.º no ranking brasileiro amador e integrante da Seleção Brasileira de Beach Tennis.