Terapias vibracionais foi tema de palestra do dr. Ivan Cheida, no II Congresso de Direito de Saúde

26

A palestra Terapias vibracionais,  trazida pelo Dr. Ivan Cheida, foi uma das atrações da tarde desta sexta-feira (22) no 2º Congresso de Direito da Saúde realizado na Universidade Santa Cecília no Auditório do Bloco E. Cheida  é diretor do curso de Fisioterapia da Unisanta. No início, Ivan disse que uma dos chamados corpos sutis é “captar energia do ambiente para nutrir o corpo físico”.

De acordo com ele, corpos sutis são representados por milhares de corpos de energias e fluídos, que tem seus centros em pontos distribuídos ao longo do eixo central do nosso corpo e são conhecidos como chakras e, em outro corpo conhecido,  como corpo espiritual.

Para Ivan, o corpo humano pode ser comparado ao rádio. “O rádio é uma estrutura material envolto por um campo eletromagnético. Quando essa estrutura material está sintonizada em frequência com o campo eletromagnético, você escuta o que você quer. Quando entra uma interferência nesse processo, dá um chiado no rádio e você tem que sintonizar novamente essa estrutura material com o campo eletromagnético.

Ele explicou  que o corpo é uma estrutura material envolta por um campo eletromagnético chamado Aura e os quatro campos sutis. “Quando você tem equilíbrio entre estrutura material e o campo energético você tem funcionamento adequado. Quando há interferência,  então o contrário acontece”.

O diretor do curso de Fisioterapia também falou sobre Frequências Vibracionais através da escala de Hawkins. que vai de 20 a 1000 Hz. No caso do ser humano, varia de 20 a 700 Hz para mais, “sendo que o valor de 1000 estaria apenas alcançável para deuses”. Diversos estados corporais estão nesta faixa de hertz.

Nos valores mais altos estão estados de paz, amor, razão, aceitação e vontade, enquanto nos mais baixos estão vergonha, culpa, apatia e luto. Terapias vibracionais também são recomendadas por ele, como barra de acess, acupuntura, homeopatia e Ho’oponopono.

Marcos Montani Caseiro, professor em Direito da Saúde na Unisanta, falou sobre Medicina Preventiva – avanços e retrocessos.

As atividades do Congresso de Direito da Saúde continuam nesta sexta-feira e sábado (22 e 23/11).

Programa de sexta à  noite

 

18h às 18h20 Trabalhos científicos dos egressos do Mestrado em Direito da Saúde
3º BLOCO: Direito da saúde e Tutela trabalhista -Edson Henrique de Carvalho, Advogado (Santos, SP)
– Síndrome de Burnout, assédio moral e obstáculos probatórios Ricardo Bezerra de Oliveira, Instituto Federal do Maranhão (São Luiz, Maranhão)
– Direito à saúde e segurança do trabalhador.
18h20 às 19h Trabalhos científicos dos egressos do Mestrado em Direito da Saúde
4º BLOCO: Direito da saúde e meio ambiente- 0Bruno Bottiglieri Freitas Costa, Advogado (Santos, SP)
– A venda de medicamentos em embalagens não fracionáveis à luz do código de defesa do consumidor. Ivaldo Marques Batista, Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia (Cubatão, SP)
– Políticas públicas, ocupação irregular do solo, degradação ambiental e riscos à saúde na região metropolitana da Baixada Santista – Oswaldo Luis Caetano Senger, Universidade Santa Cecília (Santos, SP)
– Ônibus elétricos utilizados no transporte público como paradigma de política pública no combate à poluição atmosférica em Santos. Rosilma Menezes Roldan, ONG todos temos direito (Santos, SP)
– A poluição atmosférica e a saúde física e mental do trabalhador.

 

23/11/2019 – SÁBADO
8h às 9h COMUNICAÇÕES ORAIS.
9h às 9h30 Trabalhos científicos dos egressos do Mestrado em Direito da Saúde
5º BLOCO: Direito da saúde e SUSAlan Martinez Kozyreff, Universidade de Sorocaba (Sorocaba, SP)
– O deficitário financiamento do SUS e o impacto no terceiro setor. Eugenio Gonzalez Cação, Médico (Santos, SP)
– Demanda de atendimentos emergenciais e o direito constitucional à saúde. Sérgio Zagarino Júnior, Faculdade Marquês de Olinda (Guarujá, SP)
– Ressarcimento do SUS pelas operadoras de saúde.
9h30 às 10h15 6º PAINEL: MEDICINA DO FUTURO E DIREITOS HUMANOS – Donizetti Louro, Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos – ABIMO (São Paulo, SP)
– Industria 4.0 no âmbito da saúde (AI e IoT).Gonçalo Amarante Guimarães Pereira, Laboratório de Genômica e Expressão da Unicamp (Campinas, SP)
– Estratégias genômicas que podem influenciar os Direitos Humanos.Roberto Gordilho de Oliveira Leite, Universidade Salvador (Salvador, BA)
– Saúde digital.
10h15 às 12h30 7º PAINEL: SAÚDE MARÍTIMA, PORTUÁRIA E MIGRAÇÃO  – Alvaro Gabriel Pontino Vasquez, Médico de Atención de Urgencias (Chile)
– Sistema público de atenção a imigrantes irregulares no Chile.André Vito, Cruz Vermelha Brasileira (São Paulo, SP)
Berenice Carmen Augusta Young-Rabines, Missão Scalabriniana da Paz (São Paulo, SP)
– O dispositivo de grupo como ferramenta de trabalho com migrantes e refugiados – Mauricio Pontino Cortés, Red Latinoamericana de Jueces (Chile)
– Saúde dos imigrantes irregulares.Sylvia Duarte Dantas, Escola Paulista de Medicina da UNIFESP (São Paulo, SP)
– Cuidado na imigração e saúde mental em tempos tóxicos- Veronica Quispe Yujra, Faculdade de Saúde Pública da USP (São Paulo, SP)
12h30 às 13h30 intervalo
13h30 às 16h30 8º PAINEL: SAÚDE E DESPORTO- Direito do trabalho, saúde e esporte
Celso Ricardo Peel Furtado de Oliveira, Universidade Santa Cecília (São Paulo, SP)Doping, compliance e saúde: um selo de conformidade
Paula Carpes, Universidade Católica de Santos (Santos, SP)
Roberto de Palma Barracco, IBDD (São Paulo, SP)- Treinamento e prevenção às lesões: governança e gestão de equipes
Ademir Felipe Schultz de Arruda, preparador físico da Confederação brasileira de Rugby (São Paulo, SP)
Pedro Cavazzoni, Confederação Brasileira de Desportos na Neve (São Paulo, SP)Treinamento funcional: conceito e aplicabilidade à saúde
Fausto Priolean de Jesus, preparador físico (Santos, SP)Métodos de reabilitação do atleta: direito do autor?
Juliana Dias Avezum, Advogada (São Paulo, SP)
Rodrigo Solla Iglesias, fisioterapeuta (São Paulo, SP)Outfit e desempenho: wearables no esporte
Gisele Cesario Cabrera, Santos Futebol Clube (Santos, SP)
Maria Victoria Saorini, Advogada (São Paulo, SP)A cultura na mesa: adaptação alimentar, desempenho esportivo e refugiados
Aline Tritto, nutricionista (São Paulo, SP)
Patrícia Gorisch, Universidade Santa Cecília (São Paulo, SP)
16h30 Encerramento