Encerramento do 1.º Hackaton da Cidadania é marcado com premiação de projeto sociais dos calouros do curso de Engenharia

127

O encerramento da 46.ª Semana de Engenharia da Unisanta com o 1.º Hackaton da Cidadania, evento direcionado para os calouros dos cursos de Engenharia, ocorreu na última sexta-feira (21), no qual cerca de 200 calouros tiveram menos de 24 horas para propor projetos sociais que gerem impacto na comunidade. 

A apresentação foi acompanhada pela Alta Direção da Unisanta, corpo docente da Engenharia, organizadores do evento e convidados.  No final, os três melhores, escolhidos pela banca e com votação aberta ao público, receberam um troféu, produzido pelo InovFabLab.

Com o objetivo de apresentar projetos sociais educativos para o 1.º ano da faculdade, o pódio da premiação assim se compôs: o 1.º lugar ficou para “Nine Engenharia”, o 2.º lugar, para “Alpha”, e o 3.º, para “Empreenda Já”. A menção honrosa pelo voto popular foi para “Alpha Soluções”. Foram computados mais de 1600 votos populares, sendo 1 voto por pessoa.

O estudante Alex Prado, do segundo semestre de Engenharia Elétrica da “Nine Engenharia”, falou que sua equipe começou o projeto desacreditada, mas com o esforço de todos, conseguiu entregar um projeto bacana para o público e que receber o prêmio foi gratificante, agradecendo a todos os professores do curso e ao companheiros de equipe. 

Além da Alex, participaram da equipe vencedora Inacio Rodrigo, Guilherme Augusto, Gabriel Fernandes, Gustavo Henrique, Guilherme Rodrigues, Lucas Costa, Nikolas Mota, Amilton Moraes e Ranner C. M. Bueno.

Profa. Nilene Seixas, coordenadora de Engenharia Civil, comenta que os alunos já tiveram contato com aulas sobre projeto no primeiro ano, com o “Construa Casa”. Com a dinâmica do Hackaton, os alunos mostraram todas as informações que pesquisaram e elaboraram para exibir da melhor maneira para o público, ressaltando que as ideias dessa edição foram inovadoras. 

A Profa. Nelize Coelho, coordenadora-geral da Extensão Curricular da Unisanta, revela que a ideia surgiu da necessidade de entender os calouros dos cursos de Engenharia. Então, com essa atividade de caráter extensionista, eles utilizaram conhecimentos que obtiveram nas aulas, já atuando na sociedade de forma corporativa, através de um trabalho voluntário em um projeto em equipe, aproximando os alunos ao mercado de trabalho atual.

Thiago Pongelupe, aluno e presidente da AiCHe Unisanta, comenta que sua colaboração com a ideia do projeto surgiu do amor por projetos sociais e sustentabilidade e, desde que entrou na faculdade, faz projetos de inovação aberta, então achou interessante ter essas experiências voltadas para o lado social. 

Demais participantes comentam sobre o Hackaton

“Foi um projeto bem bacana, e fomos adaptando as ideias, mas ganhando ou não hoje, o importante é que o projeto vá para frente, sem depender dos outros, mas da gente mesmo, e que esse projeto mude a cidade, não só de Santos, mas todas as outras e que outras pessoas venham fazer o mesmo”, comentou Bruno Mauricio Souza, aluno do segundo semestre de Engenharia. 

Rebeca Marques, aluna do quarto semestre de Engenharia ressalta a importância de ter perspectivas diferentes e sair da zona de conforto, porque pegar algo que está fora do seu contexto e realidade e trazer uma solução para aquilo mostra como ter uma capacidade criativa pode ser muito maior do que se imagina.