Alunos de Produção Multimídia são destaque no Diário Litoral, após realizarem documentário que trata sobre gordofobia

197

Quatro alunos de Produção Multimídia da Universidade Santa Cecília foram destaque no jornal Diário do Litoral pelo documentário que produziram como Trabalho de Conclusão de Curso. “Gordos Não Vão para o Céu – Qual o Poder de Escolha de uma Pessoa Gorda?” ainda está em processo de finalização, mas já vem se mostrando um projeto de grande sucesso, com os autores Mariana Mussi, Matheus Viana, Jessica Godoi e Oscar Stefanno sonhando com premiações em festivais.

O documentário conta a história de três mulheres gordas, junto do relato de Mariana, que compartilham as dificuldades e a luta para serem aceitas em uma sociedade com padrões tão rígidos de aparência.

A ideia inicial do projeto veio de Mariana, que escreveu o roteiro e dirigiu o documentário. “Falar sobre mim e minha trajetória é falar sobre a gordofobia que enfrento diariamente durante meus trinta e sete anos. Com o apoio de meus colegas, incentivo incondicional e aprendizados durante as aulas da professora Raquel Alves, pude retomar um projeto antigo, sair do esboço e ver uma possibilidade real de concretizá-lo”.

Jessica, que realizou a produção do documentário, disse que o processo de desenvolvimento foi emocionante. “Foi muito emocionante e pessoal para as pessoas envolvidas. Acho que todos os envolvidos no projeto levaram pelo menos um pouquinho do que viram para si. Foi desafiador, divertido, emocionante e, além de tudo, evoluímos bastante em nossas respectivas áreas. Estou bem orgulhosa”.

A parte de design gráfico ficou por conta de Matheus, que disse estar muito feliz com o resultado e o sucesso que o projeto está tendo. “Em uma aula da disciplina de documentário, o professor nos disse que um filme não faria sentido se não fosse criado com o objetivo de fazer com que as pessoas assistissem. Com esse projeto, acredito que vamos gerar questionamentos nas pessoas que tiverem a oportunidade de assistir, o que pode fazer com que elas reflitam sobre o tema. Esse é o nosso objetivo”.

“Expor as diversas faces da gordofobia, até nas menores coisas do dia a dia, pode ajudar nessa luta árdua contra o preconceito ao fazer as pessoas pensarem mais sobre. É difícil, mas relatar a vida de pessoas gordas diante de uma sociedade que ainda pensa de forma retrógrada pode fazer a diferença”, disse Oscar, que cuidou da trilha sonora do projeto, sobre a importância de tratar sobre essa temática.

Mariana também deixou um agradecimento especial ao ex-aluno de Jornalismo e Produção Multimídia da Unisanta, Caio Malta, que ajudou a eleger o roteiro e o projeto como uma conclusão de curso.

Com a finalização do projeto, o grupo visa, além das premiações, tencionar uma série documental com o material que produziram.