Cineclube da Unisanta realiza ciclo de cinema com foco no moderno transgressor

117

O Cineclube Lanterna Mágica, da Unisanta, dá continuidade às celebrações do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, com o Ciclo de Cinema “Regurgitofagia”, que exibirá sempre às 18h os filmes: 21/03 – “Amor à Flor da Pele” (CHI, 2000), 22/03 – “Ensaio Sobre a Cegueira” (BRA, ING, 2008), 23/03 – “Deserto Particular” (BRA, 2021), 24/03 – “Moonlight – Sob a Luz do Luar” (EUA, 2016), 25/03 – “Ataque dos Cães” (EUA, 2021). Uma seleção de filmes que trazem o moderno no cinema e seu avesso.

Cada filme será abordado a partir de um tema atual e terá sua cinematografia como ponto de partida para o debate on-line, coordenado pelo cineasta e jornalista Eduardo Ricci, logo após a exibição. No dia 23 de março, haverá um bate-papo on-line, com o cineasta Aly Muritiba para falar de seu filme “Deserto Particular”, que ganhou o prêmio de melhor filme do júri popular no Festival de Veneza de 2021.

Já no dia 24, o bate-papo será com a psicóloga Aurélia Rios, que abordará o racismo estrutural denunciado no filme “Moonlight – Sob a Luz do Luar”, vencedor do Oscar 2017, e no livro “O Avesso da Pele”, vencedor do prêmio Jabuti de 2021. Programação com entrada gratuita e não é necessário fazer reserva, basta chegar 15 minutos antes do início da sessão. Os debates após os filmes serão transmitidos no canal www.youtube.com/unisantaweb e na página www.facebook.com/cineclube.lanternamagica. Mais informações sobre os filmes e ações do ciclo de cinema em www.unisanta.br/cineclube.

Regurgitofagia
A palavra tem sua origem na peça teatral criada em 2004 pelo ator e poeta Michel Melamed. Seu significado mistura o conceito de regurgitar (vomitar, expelir os excessos), com fagia (sufixo que indica o ato de comer). A palavra foi escolhida para traduzir a proposta do ciclo de cinema que busca debater o conceito de identidade e o pertencer na sociedade brasileira atual. A cinematografia dos filmes selecionados dialoga com o conceito central da peça de Melamed, na qual ele mesmo escreveu “vomitar os excessos a fim de avaliarmos o que de fato queremos redeglutir”. Toda essa releitura trará um rico debate sobre os filmes e suas possíveis conexões com o moderno, o transmoderno e os movimentos culturais que surgiram a partir da Semana de Arte Moderna de 1922.

Viva o Cinema Brasileiro
Após sua exibição no Ciclo de Cinema, o filme “Deserto Particular” (BRA, 2020) ficará em cartaz na Sala Maurice Legeard de Cinema entre os dias 28/03 e 01/04, sempre às 16h, com entrada gratuita.

Esta é uma ação cultural em conjunto com o LabCine e SIBi – Unisanta, com apoio cultural da Vídeo Paradiso e da Comissão Organizadora da Semana de Arte Transmoderna de 2022.

>> PROGRAMAÇÃO

21/03. 18h – Amor à Flor da Pele (CHI, 2000)
. Tema em debate: Desejo e a não violência
. Sinopse: Em 1962, o jornalista Chow Mo-Wan se muda para Hong Kong com sua mulher, que está sempre envolvida com o trabalho e para pouco em casa. Chow faz amizade com a vizinha Su Li-zhen e ambos descobrem que seus parceiros os traem.

22/03. 18h – Ensaio Sobre a Cegueira (BRA, ING, 2008)
. Tema em debate: Direito a cidade e distopia
. Sinopse: Uma epidemia conhecida como cegueira branca atinge uma cidade. A mulher de um médico é a única pessoa que ainda consegue enxergar. Ela vai para um abrigo com seu marido cego e encontra todos vivendo em condições precárias.

23/03. 18h – Deserto Particular (BRA, 2020)
. Tema em debate: Desejo e Transmodernidade
. Sinopse: Daniel é um policial exemplar, mas acaba cometendo um erro que coloca em risco sua carreira e sua honra. Quando nada mais parece o prender a Curitiba, ele parte em busca de Sara, uma mulher com quem se relaciona virtualmente.

24/03. 18h – Moonlight – Sob a Luz do Luar (EUA, 2016)
. Tema em debate: Racismo estrutural e lgbtfobia
. Sinopse: Black trilha uma jornada de autoconhecimento enquanto tenta escapar do caminho fácil da criminalidade e do mundo das drogas de Miami. Encontrando amor em locais surpreendentes, ele sonha com um futuro maravilhoso.

25/03. 18h – Ataque dos Cães (EUA, 2021)
. Tema em debate: Masculinidade tóxica e o desejo homoerótico
. Sinopse: Um fazendeiro durão trava uma guerra de ameaças contra a nova esposa do irmão e seu filho adolescente, até que antigos segredos vêm à tona.

>> NOSSOS CONTATOS E REDES SOCIAIS

> SITE: www.unisanta.br/cineclube
> E-MAIL: cinelanternamagica@gmail.com
> YOUTUBE: Cineclube Lanterna Mágica
> INSTAGRAM: @cineclubelanternamágica
> FACEBOOK: – www.facebook.com/cineclube.lanternamagica/
www.facebook.com/labcineunisanta/