LAFES/ UNISANTA recebe time profissional do Jabaquara para avaliações de medidas, composição e postura corporal, nesta segunda, 23/04

41

Os jogadores foram avaliados para que obtenham um melhor rendimento físico dentro de campo

Alunos da pós-graduação de Fisiologia do Exercício e Saúde avaliaram os jogadores do time profissional do Jabaquara na manhã desta segunda-feira, 23/4. O objetivo foi  identificar  os perfis dos 32 atletas, para,  assim,  sugerir um melhor treinamento ou correção de algum problema,  para que ele não se agrave no futuro.

As avaliações ocorreram no Laboratório de Fisiologia do Exercício e Saúde (LAFES/ UNISANTA) da Faculdade de Educação Física da Universidade Santa Cecília (FEFESP/Unisanta). Os  jogadores passaram pela avaliação antropométrica, que é dividida em três etapas: as medidas do corpo, de composição corporal  (gordura, para poder identificar seu perfil físico) e a avaliação postural,  para identificar algum desvio.

Ao todo,  oito estudantes do LAFES participaram do processo. “A antropométrica é  feita para acompanhar como está o perfil físico do atleta, para ver se precisa mudar alguma coisa, ganhar mais massa muscular ou perder gordura.  “A avaliação postural, a gente utiliza para prevenir alguma lesão, uma escoliose que pode atrapalhar no rendimento e até diminuir a vida útil dele no esporte”, explica Luiggi Henrique Picccoli, Pós – Graduando em Fisiologia do Exercício e responsável pelo grupo de monitores do LAFES.

A avaliação de composição corporal geralmente é feita de três em três meses, para acompanhar as posturas de atletas.  Já a avaliação corporal é realizada a cada seis meses, a menos que o jogador tenha tido uma lesão que o comprometa.

Foi a primeira vez que os alunos receberam o time profissional do Jabaquara para as avaliações. O encontro foi possível após o treinador vir até a Unisanta, e fechar um acordo para o acompanhamento do desempenho dos jogadores.

Essa experiência entre os alunos e atletas de fora da Universidade, tem um ganho forte para a vida profissional dos estudantes. “A experiência no laboratório e a vivência  profissional que oferecem para a gente é muito importante, para não sairmos crus para o meio de trabalho. Com isso, a gente tem experiência na avaliação e organização desses encontros”,  comenta Luiggi.

Para o preparador físico do time profissional do Jabaquara, Lucas Frias, também é uma experiência muito importante tanto para os alunos, que estão aprendendo sobre o tema, quanto para os atletas, que terão profissionais da área.

“Além da estrutura que a Universidade tem e os alunos que estão aprendendo especificamente este tema, essas avaliações são trabalhos que podemos utilizar no nosso dia a dia”,  diz.

LAFES/UNISANTA – O LAFES tem participação efetiva em revistas científicas importantes do Brasil e do mundo, com publicações nacionais e internacionais indexadas ao maior site científico na área da Saúde, utilizado por toda a comunidade científica mundial.

O Laboratório desenvolve Pós-Gaduação voltada para a Especialização em Exercício Físico e Desempenho Humano para Doenças Crônicas e Degenerativas, e também uma pós-graduação a distância (EAD) em Fisiologia do Exercício. Também participam efetivamente de eventos, como Feira de Saúde e Feira de profissões.