Docente e ex-aluno da Unisanta dissertam sobre riscos sanitários do porto de Santos, no Estadão

34

Por Pietro Falbuon

A fim de alertar a população sobre as consequências da proposta do Plano de Desenvolvimento e Zoneamento (PDZ) do Porto de Santos, o Prof. Dr. Aureo Pasqualeto Figueiredo, diretor da Faculdade de Engenharia da Universidade Santa Cecília (Unisanta), em conjunto com o mestre em Engenharia Mecânica formado pela instituição, Eduardo Lustoza, teve artigo publicado pelo Blog do repórter Fausto Macedo, do Estadão, no último domingo (14/06).

O texto fala sobre a proposta apresentada no PDZ, que poderá trazer riscos sanitários e ambientais à região, especialmente no período de pandemia do novo coronavírus.

A proposta inicial pretende eliminar a movimentação de pequenos pátios de contêineres, atividade pouco poluente que gera centenas de milhões de reais em impostos e milhares de empregos para ampliar, naquele local, a operação de granéis diversos, notadamente açúcar, grãos e matérias-primas para fertilizantes, em ambiente já problemático onde já ocorreram grandes incêndios com potenciais repercussões ambientais e riscos à saúde e à segurança da população do entorno da zona portuária. Uma vez que na região de Outeirinhos vivem e trabalham mais de 50 mil pessoas, com trânsito intenso, residências, escolas, faculdades, universidades e hospitais, um acidente na região poderia trazer danos irreparáveis.

Para mais informações, confira a matéria na integra: https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/plano-para-porto-de-santos-amplia-riscos-sanitarios-e-ambientais/