Gabriel Reis Mauriz, formado em Engenharia de Computação, é especialista pleno na multinacional Ambev

206

Ex-aluno do curso de Engenharia de Computação da Unisanta, Gabriel Reis Mauriz é hoje um profissional do setor de Tecnologia da Informação da multinacional Ambev, na qual atua como especialista pleno. Reconhecidamente uma das maiores produtoras de bebidas do mundo, com operações em mais de 15 países, a companhia, resultado de uma fusão entre as então concorrentes Antarctica e Brahma, comercializa uma ampla linha de produtos líderes de mercado, como cervejas, refrigerantes, energéticos, sucos, chás e águas.

Após um estágio de dois anos em outra multinacional, Gabriel, que ingressou na Ambev através de um programa de trainees em janeiro de 2019, está hoje na função de “product owner”, membro de um time responsável por colaborar, entre outras funções, com a definição e priorização dos recursos e melhorias que serão implementadas em um determinado sistema, produto ou projeto, inclusive avaliando a qualidade final do trabalho desenvolvido.

Ligado ao pilar de vendas da plataforma de e-commerce “Parceiro Ambev”, Gabriel explica que, atualmente, é o responsável por todas as rotinas ligadas ao time global de negócios e aos desenvolvedores. “Uma de minhas funções é garantir que estejamos todos bem alinhados”, explica o ex-aluno, que enxerga estar participando de um processo transformacional que, no futuro, deve levar o setor de TI a ser visto como ainda mais estratégico para a companhia, especialmente pela possibilidade de potencializar os resultados das vendas.

Sobre os elementos da cultura da Ambev que mais o atraem, Gabriel aponta a velocidade de aprendizado, o “sentimento de dono” e os compromissos com a sociedade e o meio ambiente como vitais para o seu processo de amadurecimento na empresa. “Ainda no estágio, comecei a estudar sobre métodos ágeis, mas ainda assim cheguei aqui inexperiente e encontrei muita gente disposta a me ajudar a dar os primeiros passos, que foram se tornando mais independentes e me ajudando a incorporar o ‘sentimento de dono’. Por fim, mas não menos importante, como grande cervejaria que somos, temos um grande compromisso socioambiental, e destaco nossas ações na quarentena como um grande demonstrativo disso, além do programa de estágio exclusivo para negros que promovemos nesse ano”, explica.

A respeito de seu período como aluno da Unisanta, Gabriel enfatiza que a universidade lhe proporcionou muitas oportunidades de contato com os diversos projetos, feiras e workshops dos quais participou, que lhe serviram de exemplo e que hoje tem a oportunidade de fomentar na própria Ambev: “Sou também muito grato pela bolsa do ProUni que a faculdade disponibilizou. Eu venho de origem humilde e não teria condições de realizar um curso superior se não fosse a bolsa. São passos como esse que podem tornar o ensino superior democrático e acessível a todos”.

Considerando o cargo que hoje ocupa na estrutura da companhia, o ex-aluno de Engenharia de Computação entende como essencial ter feito um curso voltado para a área de tecnologia. “Minha formação me permite, entre outras coisas, entender como a arquitetura de um software funciona e ler e escrever uma documentação funcional em consonância com os requisitos de negócio, por exemplo. No meu caso, além das atualizações que a área de TI pede, precisei apenas agregar conhecimentos que são empresariais, o que nos torna diferenciados quando não ingressamos em empresas de tecnologia, como foi meu caso”, ressalta.

Entre os seus planos mais imediatos para o futuro, Gabriel, que começa neste mês um MBA em “Business Agility & Agile Project Management”, pretende continuar atuando na transformação digital e ágil da Ambev e chegar a um cargo de gestão nos próximos anos: “Pretendo estudar e desenvolver as competências necessárias para me tornar um profissional muito competente em tudo que se pede e liderar, independente da área, outros colaboradores nessa jornada incrível que é lidar com produtos e colocar a tecnologia a nosso favor como combustível para trazer receita à empresa”.

Fonte: https://engenharia.unisanta.br/computacao/