Formado em Engenharia de Computação, Douglas Penha é gerente de negócios na Philips

108

Formado em 2012 no curso de Engenharia de Computação da Universidade Santa Cecília (Unisanta), Douglas Penha atua como gerente de negócios na multinacional Philips, na qual ingressou como estagiário, ainda durante o curso, em julho de 2011.

A companhia holandesa, fundada em 1891 e uma das líderes mundiais em vários segmentos, se define hoje como uma empresa de tecnologia diversificada, com inovações nas áreas de saúde, iluminação e estilo de vida do consumidor, com mais de 74.000 colaboradores distribuídos em cerca de 100 países.

Há quase nove anos na empresa e após um período de estágio na área de Segurança da Informação em 2011, Douglas foi efetivado como analista de Tecnologia da Informação, ficando responsável pela área de Service Desk e Processos Internos de TI para toda a Philips do Brasil.

Entre 2015 e 2016, o ex-aluno de Engenharia de Computação teve a oportunidade de atuar em diversas frentes na categoria de especialista, entre elas estão Produtos em Integração e Conectividade de Monitores Multiparâmetros, Eletrocardiógrafos, Desfibriladores e Ventiladores Pulmonares.

“Também assumi a posição de Especialista de Produtos Sênior, passando a cuidar também da análise técnica e de mercado desta linha de negócios da Philips para todo o Brasil. Na área de Monitores, por exemplo, somos líderes globais de mercado. Além de minha atuação no País, também participei de consultoria técnica para outros mercados dentro da América Latina”, explica.

Atuando como gerente de Negócios desde o ano passado, Douglas é hoje responsável, para todo o estado de São Paulo, pela gestão comercial do software Tasy, desenvolvido pela Philips e voltado para a gestão hospitalar e operadoras de saúde, atualmente comercializado em todo o mundo.

“Trabalhar na área comercial de uma multinacional como a Philips é bastante desafiador. Como minha região de atuação sempre foi o Brasil e, em alguns momentos, a América Latina, o meu maior desafio foi entender como as diferentes regiões do País e também da América Latina se comportam, de modo a obtermos o melhor desempenho em vendas. Além disso, por ter uma formação técnica, trabalhar diariamente com pessoas de formação clínica e ter como cliente o mercado de saúde, entender o funcionamento de um hospital também é bastante desafiador”, destaca o ex-aluno, que fala com muita satisfação sobre a companhia.

“A Philips nos proporciona um excelente ambiente de trabalho, no qual precisamos sempre nos reinventar para vencer cada desafio. Há liberdade para que todos se expressem e contribuam com os projetos e negócios, e a ausência de lugares fixos nos escritórios incentiva os relacionamentos entre colaboradores de todas as áreas e níveis hierárquicos. Além disso, o que mais me atrai é o objetivo da Philips, que é melhorar a vida de 3 bilhões de pessoas por ano até 2030. Saber que nossas soluções ajudam a salvar vidas é emocionante e me inspira. Nos esforçamos em fazer o mundo mais saudável e sustentável por meio da inovação”, revela.

Relembrando o seu período como aluno do curso de Engenharia de Computação, Douglas, que pretende realizar um MBA em Gestão Comercial e Marketing, acrescenta que o curso lhe trouxe base para diversas atividades do seu dia a dia. “Projetos como controlar um robô por controle remoto ou um submarino através de um software foram experiências fundamentais para entender, na prática, como funcionava a integração entre sistemas e equipamentos. Além disso, durante o curso, participei de um projeto de iniciação científica envolvendo um software de gerenciamento da Clínica de Fisioterapia da própria Unisanta, o que me ajudou a entender um pouco mais da área da Saúde, algo fundamental para desenvolver um projeto hoje”, finaliza.

Fonte: https://engenharia.unisanta.br/computacao/noticias/douglas-penha-ex-aluno-de-engenharia-de-computacao-e-gerente-de-negocios-na-multinacional-philips/