Lúcia Teixeira analisa a situação ocorrida em escola em Suzano/SP

79

Psicólogos e educadores se posicionaram, para a revista, sobre possíveis causas e de que maneiras crianças e adolescentes podem ser acompanhados para prevenir novos incidentes

O site Mais Santos procurou psicólogos e educadores para se posicionarem sobre as possíveis causas da tragédia – que ocorreu em Suzano/ SP, dia (13) – e sobre como crianças e adolescentes podem ser acompanhados para prevenir novos casos. Uma das educadoras ouvidas foi Lúcia Teixeira, doutora em Psicologia da Educação e Presidente da Universidade Santa Cecília (Unisanta).

Em matéria pingue-pongue (perguntas e respostas) sobre a tragédia, publicada no domingo (17), Lúcia comenta que conversar com delicadeza sobre o assunto, é fundamental nesse caso, mas sempre enfatizando valores de amor, respeito e sentimentos positivos, tanto por parte de familiares quanto das instituições de ensino. “Não que vá só pregar o otimismo. Vamos pregar o realismo”, ressalta a educadora.

Outro assunto abordado foi o incentivo à violência através do bullying e videogames, que podem estimular esse tipo de comportamento, como visto nos jovens autores do crime. Para Lúcia, não é apenas o incomodo psicológico e emocional que pode provocar comportamentos alterados. No caso de Suzano, precisaria haver estudo aprofundado sobre o assunto. Mas salienta que provavelmente nunca seria encontrada uma resposta exata a respeito.

Ao longo da matéria, Lúcia comenta que este tipo de assunto deverá ser discutido em uma linguagem que as pessoas entendam, tanto na escola quanto em sociedade. “Que se adapte às idades”.

O papel da mídia também foi abordado.  A psicóloga salienta que a forma como a mídia transmite o ocorrido importante. “Ao invés de focar nas situações ruins, podemos falar dos bons exemplos. Como a professora e a merendeira, que impediram a tragédia de ser ainda maior”.

Lúcia sustenta que conversa e carinho são fundamentais para evitar novas tragédias e que a escola tem que manter um contato frequente com os jovens “para que eles nunca sintam ausência de amor e atenção”. Importante também é sempre manter suas portas abertas para desabafos.

Caminho para ver estrelas – O site Mais Santos também divulgou matéria sobre o lançamento do livro Caminho para Ver Estrelas, de Lúcia Teixeira. Confira o conteúdo na íntegra aqui.