Leo de Deus é o 6º melhor do mundo nos 200m borboleta em Tokyo

66
Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Aos 30 anos, no melhor momento da carreira, Leonardo de Deus conquistou o 6º tempo do mundo nos 200m borboleta, na noite desta terça-feira (27), após disputa muito forte em Tokyo.

O nadador brasileiro completou a prova com 1m55s19, que teve como campeão o húngaro Kristof Milak, com direito a quebra de recorde olímpico (1m51s25), que era de Michael Phelps. A medalha de prata ficou com o japonês Tomoru Honda (1m53s73) e o bronze foi para o italiano Federico Burdisso, com o tempo de 1m54s45.

“Busquei entregar o meu melhor nessa terceira edição dos jogos. Desde o início eu estava buscando a minha final olímpica. Era uma coisa que eu achava totalmente possível de fazer. Deixei tudo na água, entreguei o meu melhor, 6º do mundo em uma final olímpica com o meu melhor tempo da minha vida nas eliminatórias, eu saio daqui de cabeça erguida, muito feliz e satisfeito. É lógico que a gente sempre quer a medalha e viver essa experiência, mas saio como um vitorioso dos meus objetivos pessoais. O que tinha para Tokyo foi feito, em um ano de pandemia e dificuldade, primeiro ano do meu filho, tudo ao mesmo tempo e consegui entregar o meu melhor ao Brasil. Eu devia essa final ao país. Agradeço a todos que sempre estiveram comigo, à Unisanta, ao Marcelo Teixeira, meus apoiadores e a todos que ajudaram transformar isso em realidade”, afirmou o atleta.

Trajetória vitoriosa – Leonardo de Deus integra a seleção brasileira desde 2009. Aos 30 anos, possui em sua trajetória esportiva participações em Londres 2012 e Rio 2016, chegando às semifinais, além de Tokyo 2020, quando garantiu a vaga na final dos 200m borboleta.

O nadador sagrou-se tricampeão nos 200m borboleta no Campeonato Pan-Americano de Lima, em 2019, sendo um dos únicos atletas com esse título na história da competição. Alcançou medalhas em campeonatos Mundiais militares e obteve o ouro no revezamento 4x200m no Mundial de piscina curta (25m).