Mestre Márcio, da Fefesp Unisanta, recebe a maior premiação da Capoeira

1166

O Mestre Márcio, docente do curso de Educação Física da Fefesp Unisanta e coordenador da Extensão Comunitária “Capoeira para Todos”, que desenvolve aulas para crianças e jovens em estado de vulnerabilidade social e a inclusão de pessoas com deficiência, receberá nos dias 5 e 6 de março, em Salvador, na Bahia, o Prêmio “Berimbau de Ouro”, oferecido para as personalidades que mais se destacaram na Capoeira no Mundo envolvendo a difusão da educação desta cultura popular brasileira.

Salvador é o berço da Capoeira, desde os tempos de resistência da época do Brasil colonial, onde no Recôncavo Baiano se reuniam muitos escravos fugitivos e onde seus dois principais precursores: Mestre Bimba e Mestre Pastinha (já falecidos) desenvolveram seus estilos e deram o início para a capoeira ser globalizada, hoje segundo a Confederação Internacional de Capoeira, com a prática de mais de cento e cinquenta países.

Mestre Márcio se graduou em licenciatura plena pela em 1999, fez duas pós-graduações e mestrado em Práticas Docentes no Ensino Fundamental. É docente na Unisanta desde 2014, iniciando nos cursos de extensão e pós-graduação, onde também inseriu a Extensão Comunitária Capoeira para Todos. Recebeu o Prêmio Comunidade em Ação de A TRIBUNA em 2015 como Melhor Projeto Esportivo Social da Região Metropolitana da Baixada Santista, por atingir diversos segmentos da sociedade com uma única ferramenta, a capoeira. Hoje o Projeto atende aproximadamente cem pessoas, entre elas os alunos da APPC, que realizam uma parceria com a Unisanta.

Mestre Márcio realiza workshops e palestras pelo Brasil e exterior, a última ocorreu em janeiro, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, pelo Fórum Permanente Gaúcho, Federação Rio Grandense de Capoeira e Confederação UFBC.