Programa do NPH da Unisanta para previsão de balneabilidade é notícia no jornal A Tribuna

174

Até o final deste ano, o projeto pretende prever com dois dias de antecedência o nível de poluição das praias de Santos

O projeto desenvolvido pelo Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas (NPH) da Universidade Santa Cecília (Unisanta) para auxiliar na previsão da balneabilidade foi noticia no jornal A Tribuna, no último domingo, 9/10. O objetivo do programa é ajudar a prever, com dois dias de antecedência, a poluição nas praias de Santos e, assim, identificar se estão próprias ou não para o banho de mar.

O jornal destacou a notícia com uma nota na capa e uma matéria na página A-6 do caderno Cidades, que explica que são usados programas de computador para fazer o cruzamento dos dados e determinar os resultados. O sistema está passando por fase de calibragem e deve estar funcionando ao final de 2016.

A matéria apresenta explicações do professor, biólogo e pesquisador da Unisanta Renan Braga Ribeiro: “Modelagem numérica são softwares de computadores que simulam os fenômenos naturais reais. No caso da balneabilidade das praias, são dois tipos de modelos numéricos, um determinístico e um estatístico, que, com base em parâmetros ambientais, conseguem simular e prever a balneabilidade”.

Ao final do texto, A Tribuna destacou que a notícia foi apresentada pelo professor Renan Braga Ribeiro na palestra que ministrou sobre “Balneabilidade das praias: Como a modelagem numérica pode auxiliar na previsão das condições de qualidade de água nas praias”, no 18º Simpósio de Biologia Marinha da Unisanta, que terminou no último domingo e teve quatro dias de duração.