Minicursos gratuitos, de diversas áreas, serão ministrados durante o Encontro Nacional de Pós-Graduação, dias 13 e 14/11

206

A participação em encontros científicos é uma ótima oportunidade para o pesquisador enriquecer seu Currículo Lattes e se destacar em processos seletivos

A nona edição do Encontro Nacional de Pós-Graduação (ENPG) da Universidade Santa Cecília, que acontecerá de forma remota nos dias 13 e 14 de novembro, terá oito minicursos ministrados gratuitamente, que serão realizados de forma remota, as inscrições estão abertas até 10/11 e podem ser feitas pelo link.

O ENPG (com inscrições encerradas) é um evento tradicional que acontece anualmente, uma ótima oportunidade para divulgar trabalhos completos ou em andamento e trocar contato e informações com profissionais e acadêmicos de várias instituições e de diferentes áreas.

A participação em encontros científicos é muito importante para a vida acadêmica do pesquisador e pode ser registrada no Currículo Lattes como apresentação de trabalhos em eventos e publicação em Anais de Congresso Nacional. A atividade também agregará pontos em processos seletivos e enriquecerá a carreira acadêmica dos participantes com possibilidades de acrescentar horas de atividades complementares em muitos cursos.

Representando um dos grandes ganhos do ENPG, os minicursos oferecidos tratam de temas plurais com autoridades no assunto. Segue a programação dos cursos:

Dia 13/11 – das 19h45 às 22h
Biomassa e Energia – 20 vagas
Palestrantes (todos da Universidad de Piura UDEP/PERU): Prof. Dr. Daniel Marcelo, chefe do projeto; Profa. Dra. Patrícia de Almeida, pesquisadora associada do projeto; Prof. Dr. Elder Mendoza, pesquisador associado do projeto.
Assunto: a utilização da biomassa para geração de energia está relacionada com os custos de produção da biomassa, com o processo industrial de produção e com a eficiência do processo termoquímico, seja na combustão direta ou nos processos de gasificação. Adicionalmente, são importantes os mecanismos de acesso à terra e/ou à matéria-prima em quantidade suficiente e estável para sustentar a produção industrial e a geração de energia nas usinas.

Dia 13/11 – das 19h45 às 22h
Temas atuais de Biodireito: Reprodução humana assistida, pesquisa em seres humanos, transexualidade e testamento vital. – vagas ilimitadas
Palestrantes: Profa. Dra. Patricia Gorisch (Unisanta), Doutora em Direito Internacional Ambiental, Mestre em Direito Internacional. Pós-Doutora em Direito da Saúde pela Università degli Studi di Messina, Itália. Pós-Doutoranda em Direitos Humanos pela Universidad de Salamanca, Espanha. Coordenadora do Observatório dos Direitos do Migrante da Unisanta. Professora do Programa de Mestrado em Direito da Saúde e da graduação da Unisanta. Presidente Nacional da Comissão de Direito dos Refugiados do IBDFAM – Instituto Nacional de Direito de Família. Advogada e membro do RLF da Cruz Vermelha de São Paulo. Membro da Comissão Nacional de Migração e Refúgio da União dos Escoteiros do Brasil. Membro do ProMigra da USP. Membro do ISFL – Holanda. Membro da Rede Iberoamericana de Direito da Saúde. Advogada da Patricia Gorisch advocacia.
Assunto: neste curso será abordado o início da vida, com os contratos nas técnicas de reprodução humana assistida, bem como a reprodução humana assistida heteróloga à luz da Resolução 2168/2017 do CFM. Na temática da pesquisa em seres humanos e no desenvolvimento da vida, serão abordadas as questões éticas ligadas à temática, bem como os ensaios clínicos em pessoas com deficiência. Na temática da transexualidade, será abordado o tratamento jurídico na infância e adolescência e o direito ao esquecimento. No fim da vida, será abordado o testamento vital, inclusive aquele realizado por criança e sua validade no Brasil.

Dia 14/11 – das 9h às 11h15
A ética no mundo digital – vagas ilimitadas
Palestrantes: Dr. Renato Mehanna Khamis e Dra. Renata Salgado Leme – Dr. Renato tem mestrado e doutorado em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Lecionou em diversas Universidades e atualmente é professor do curso de graduação em Direito e do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Direito à Saúde da Universidade Santa Cecília. A Dra. Renata possui mestrado e doutorado em Direito da Saúde. É membro da Comissão de Direito da Saúde da OAB Santos e da OAB Guarujá. Possui experiência nas áreas de Sociologia Geral e Jurídica, Metodologia Científica, Direito Romano, História do Direito, Filosofia Jurídica, Ciência Política e Direitos Humanos e Fundamentais. Desenvolve estudos principalmente sobre os seguintes temas: direito, ética, democracia, cidadania, justiça, ensino jurídico, direitos humanos e grupos vulneráveis.
Assunto: neutralidade rede e liberdade econômica; liberdades públicas nas redes sociais; campanha eleitoral via mídias digitais; telemedicina.

Dia 14/11 – das 9h às 11h15
Ecologia e Ocupação Humana da Amazônia – 25 vagas
Palestrante: Dr. Miguel Petrere Junior: professor titular na Universidade Federal do Pará (UFPA – campus de Belém); professor titular credenciado na PPGEAP em Ecologia Aquática e Pesca na UFPA, na Unisanta; membro titular da ACIESP (Academia de Ciências do Estado de São Paulo) e Fellow da The Linnean Society of London; atua principalmente nos seguintes temas: diversidade, Amazônia, ecologia de peixes e da pesca, ecologia de represas, manejo de estoques pesqueiros continentais e marinhos, usando modelos matemáticos e estatísticos tanto analíticos como de simulação.
Assunto: Geologia; clima; paisagem terra/água; tipologia das águas; ictiofauna e a pesca; Amazônia pré-descobrimento; origem dos índios; primórdios da colonização; consequências da construção de estradas na região; produtividade da floresta em pé; construção de represas; garimpo de ouro aluvionar; modelo equilibrado de ocupação do solo.

Dia 14/11 – das 9h às 11h15
Dimensões Humanas na Conservação da Natureza – 20 vagas
Palestrante: Prof. Dra. Maria Auxiliadora Drumond, do Departamento de Genética, Ecologia e Evolução, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Especialista em planejamento de áreas protegidas pelo Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza (Costa Rica), Mestre e Doutora em Ecologia, Conservação e Manejo da Vida Silvestre pela UFMG. Trabalha com gestão de áreas protegidas, sistemas socioecológicos, educação ambiental emancipatória, manejo e gestão adaptativa e participativa de recursos naturais e educação, formal e não formal, em ecologia e outras áreas relacionadas à conservação da natureza.
Assunto:
Parte I – Fundamentos da abordagem socioecológica: manejo adaptativo, pesquisa-ação, etnobiologia e etnoconservação; relações de perda-ganho e conflitos de interesse; participação social na elaboração, desenvolvimento de projetos e na tomada de decisão.
Parte II – Como facilitar a participação social em projetos de conservação: principais métodos e ferramentas utilizados – entrevistas, diagrama histórico, mapa falado, travessias, observação participante; facilitação para atingir consenso e comportamento do pesquisador; ética em projetos participativos.
Parte III – Projetos com interface pesquisa e extensão: Estudos de caso.

Dia 14/11 – das 9h às 11h15
Integrative assessment of sediment quality in acidification scenarios associated with carbon capture and storage operations (Avaliação integrativa da qualidade do sedimento em cenários de acidificação associados às operações de captura e armazenamento de carbono) – 15 vagas.
Palestrante: Prof. Dr. Tomás Ángel del Valls Casillas: professor de Físico-Química na Faculdade de Ciências do Mar e Ambiental da Universidade de Cádiz/Espanha e cientista sênior e professor de Ecotoxicologia, Oceanografia, Ciência e Tecnologia Ambiental na Universidade Santa Cecília, Santos, Brasil. Tem experiência em Oceanografia, focada na avaliação da qualidade ambiental de ecossistemas de água doce e marinha, e trabalha com os principais temas: poluição; peso de evidências (WOE); mudança global; acidificação oceânica; biomarcadores; ecotoxicologia; vazamentos acidentais (petróleo, mineração etc.); gestão de material dragado. É coordenador e líder da rede UNESCO UNITWIN WiCop, do programa de Cátedra UNESCO, e membro da Comissão Oceanográfica Intergovernamental da UNESCO (IOC / UNESCO). Foi condecorado com o prémio académico Regional Excellence Andalucia moving with Europe pela excelência nos estudos de pós-graduação do ensino superior (coordenação Erasmus Mundus de 2011 a 2016). Atuou em vários comitês e conselhos nacionais e assessorou várias organizações governamentais e não governamentais nacionais, internacionais e multinacionais, incluindo agências de fomento à pesquisa. Foi premiado duas vezes (2006 e 2008) com o Prêmio Nacional emitido pelo Ministério da Presidência na Espanha por lutar contra a contaminação e a poluição nos ecossistemas marinhos e aquáticos.
Assunto: Os esforços para conter as mudanças globais incluem a aplicação de novos desenvolvimentos tecnológicos que visam reduzir o dióxido de carbono (CO2) atmosférico por meio da captura e armazenamento (CCS) desse gás de efeito estufa em estruturas geológicas estáveis. Discutiremos neste curso os riscos potenciais relacionados à aplicação da tecnologia CCS e à acidificação de ecossistemas aquáticos através do enriquecimento de CO2. Usamos a abordagem de múltiplas linhas de evidência (LOEs) para caracterizar os efeitos da acidificação com contaminação em sedimentos aquáticos. Destacamos e discutimos os efeitos da acidificação nas LOEs, incluindo contaminação e mobilidade de contaminantes em sedimentos, toxicidade, estrutura da comunidade macrobentônica, efeitos in situ e processos de bioacumulação – biomagnificação. Além disso, avaliaremos os resultados da acidificação sobre a toxicidade de contaminantes orgânicos, como antibióticos ou drogas ilícitas, como a forma de cocaína (crack) de base livre. O principal objetivo do uso da abordagem LOE é distinguir entre os efeitos adversos associados a contaminantes e aqueles relacionados à acidificação por enriquecimento de CO2 como resultado da tecnologia CCS. Avaliações anteriores não foram projetadas ou conduzidas para incorporar um ponto de vista integrativo nem empregaram uma abordagem de peso de evidência (WOE) na caracterização de risco e gestão de operações de CCS e outras situações relacionadas à acidificação por enriquecimento de CO2 no ecossistema aquático. Com base nos resultados deste curso, o WOE pode identificar os efeitos da acidificação nos diferentes LOEs usados para a qualidade do sedimento: mobilidade do contaminante, os efeitos adversos no organismo em condições de laboratório e de campo e a bioacumulação-biomagnificação de contaminantes. O principal ponto forte em usar o WOE é a capacidade desse método de discriminar entre as respostas LOE associadas à contaminação por diferentes substâncias orgânicas e inorgânicas daquelas relacionadas à própria acidificação do CO2. O WOE irá melhorar significativamente a avaliação de risco em áreas afetadas por vazamentos potenciais de CO2 durante as operações de CCS.

Dia 14/11 – das 14h às 16h15
Genética da conservação de elasmobrânquios: resolução taxonômica, conectividade e história de vida – vagas ilimitadas
Palestrante: Dr. Rodrigo Rodrigues Domingues: pesquisador associado do Save our Seas Shark Research Centre – Nova Southeastern University, EUA. Em 2016 foi premiado com o Young Professional Award da American Elasmobranch Society – EUA. Revisor de grandes revistas científicas internacionais como Plos One, Frontiers in Marine Science, Fisheries Research, Fish and Fisheries, Aquatic Conservation, Marine Ecology Progress Series, Biological Journal of Linnean Society, Ecology and Evolution, Conservation Genetics, Molecular Ecology Resources, Scientific Reports, Evolutionary Ecology, Heredity, etc.
Assunto: métodos moleculares para a identificação de espécies (PCR-multiplex, PCR em tempo real, COI Barcode) e suas aplicações para identificação de captura ilegal, misleabing e resoluções taxonômicas; técnicas de DNA ambiental para avaliar a fauna histórica e contemporânea de elasmobrânquios no Brasil; identificação de estoques; impacto das variáveis oceanográficas na interrupção do fluxo gênico; padrões e processos históricos responsáveis pela atual distribuição das espécies de elasmobrânquios; métodos de aproximação de abundância, através do tamanho efetivo populacional (Ne); estado-da-arte da inclusão dos dados genéticos nos planos de manejo e nas políticas de conservação de elasmobrânquios no mundo.

Dia 14/11 – das 14h às 16h15
A produção de conhecimento científico psicossocial e sua interface com a área da Saúde – Vagas ilimitadas
Palestrantes: Dra. Gisela Vasconcellos Monteiro e Dra. Rosa Maria Ferreira Pinto. A Dra. Gisela possui doutorado em Psicologia Social pela Universidade de São Paulo. Tem experiência em Saúde Coletiva, é membro da Equipe Técnica da Visão Social Consultoria e professora responsável pelo Serviço de Atendimento Psicopedagógico da Universidade Santa Cecília. A Dra. Rosa atualmente é docente do Programa de Mestrado em Direito da Saúde da UNISANTA; tem experiência em ensino e direção de Instituições de Ensino Superior e atua na área de Saúde principalmente nos seguintes temas: educação em saúde, direitos sociais, serviço social e saúde, populações em estado de vulnerabilidade social, interdisciplinaridade, supervisão e formação profissional em Serviço Social.
Assunto: Psicologia como ciência e suas interfaces com as ciências sociais, humanas e naturais; a importância da produção científica no avanço do conhecimento psicológico e na formação profissional; pesquisa social e suas especificidades; fases, roteiro e elaboração de projetos de pesquisa que se relacionam com a saúde; a comunicação do processo de conhecimento através da pesquisa.