Coordenador da Faculdade de Fisioterapia fala ao jornal A Tribuna sobre os benefícios das atividades no tratamento de pessoas com artrite

16

A matéria, publicada dia 28, traz a fisioterapia como complemento de remédios para a melhoria do paciente

O professor, mestre e coordenador da Faculdade de Fisioterapia da Universidade Santa Cecília (Unisanta), José Luiz Portolez, explicou, em matéria do jornal A Tribuna, que a fisioterapia pode ajudar no tratamento de artrite, se utilizada, em conjunto com a medicação.

Na matéria publicada na editoria Saúde, página A-8, na edição do último domingo (28), o docente revela que com as atividades é possível controlar os quadros inflamatórios e prevenir novos surtos. Pacientes que fazem sessões de fisioterapia podem melhorar a qualidade de vida com o auxílio de equipamentos e movimentos que fortalecem os músculos e o alongamento dos tendões, além de métodos específicos que usam espécies de choques moderados para o controle da dor e diminuição dos sintomas. Segundo o professor, durante o tratamento são utilizados recursos para a melhoria da flexibilidade, sempre com o paciente sob efeito da medicação, pois passando o efeito, a dor volta.

De acordo com o coordenador, é importante controlar a inflamação e a dor para a pessoa conseguir fazer o trabalho de acompanhamento, ganhar flexibilidade, alongamento e reforçar a musculação. Outra indicação dada pelo docente, é fazer atividades orientadas por profissionais dentro das piscinas. “Mas, depois de controlado o problema, a pessoa pode partir para atividades como caminhadas e dança de salão”.