Aluno do curso de Farmácia é aprovado em projeto e ganha visita às dependências da L’Oréal Brasil

128

Aluno do 4.° semestre do curso de Farmácia da Unisanta, Murillo Alessandro do Nascimento teve um dos três projetos aprovados no Cientistas do Futuro, programa de capacitação e desenvolvimento de Introdução à Cosmetologia para universitários, e ganhou uma visita à sede da L’Oréal Brasil, no Rio de Janeiro. Apenas 30 dos 150 participantes foram eleitos para a visita.

Murillo vagueava pela linha do tempo do seu Instagram e viu o anúncio do programa. Animado, decidiu se inscrever. Em seguida, preencheu um currículo com os dados necessários. Desta forma, 150 pessoas do Brasil foram selecionadas para participar do Cientistas do Futuro. Murillo foi um dos escolhidos.

Ao longo de quatro semanas, as aulas tiveram como conteúdo Introdução à Cosmetologia. As matérias eram transmitidas a distância/on-line) todas as segundas-feiras de manhã e, para aqueles que não tinham a possibilidade de acompanhar nesse dia, a gravação era disponibilizada na terça-feira seguinte, no período da noite. Ele via as aulas na terça à noite, pois, na segunda-feira, estava em horário de aula.

Nas aulas teóricas, os conteúdos lecionados foram os de Fisiologia da Pele e do Cabelo, Bases Galênicas e Manipulação de Cosméticos, Análises de Qualidade e Escalonamento dos Processos de Laboratório para o Industrial, EPISKIN, Laboratório de Pele Artificial, além de outros assuntos relacionados tanto à Cosmetologia em si, quanto ao estilo de trabalho da própria L’Oréal.

A “parte II” do projeto consistia em dividir os estudantes em grupos, definidos de forma aleatória pela organização. Assim, eles receberam temas, como protetor solar, creme sem enxague, shampoo, entre outros. Apenas os alunos com 100% de presença nas aulas foram selecionados para esta etapa. Murillo, mais uma vez, foi eleito.

Portanto, os grupos precisavam desenvolver um case, apresentando uma formulação com identidade visual, definindo os detalhes e ainda resolvendo problemas, cuja função era a resolução de um escalonamento do processo.

Feito isso, os grupos foram avaliados por duas bancas. A primeira foi com três professores do curso, que estavam relacionados com o produto desenvolvido pela equipe de Murillo: creme para pentear cabelos grisalhos. O material continha produtos, como açaí, manteiga de murumuru e aloe vera. Ele ficou responsável pela composição química. “Mas, a gente se ajudava bastante”, conta.

A segunda e decisiva banca, por sua vez, foi formada pela diretoria do Centro de Pesquisa e Inovação da L’Oréal e pesquisadores do tema de outros países. Ele terminou a prova e apresentou o projeto para uma sala vazia de faculdade.  A diretoria consistia entre 6 a 10 pessoas. “Era bem difícil contar por conta da distância que a câmera ficava pra conseguir pegar todos eles na reunião on-line”, relata o aluno.

Mesmo a distância e com alguns percalços técnicos pelo caminho, Murillo chegou ao seu objetivo desejado: a aprovação e a oportunidade de visitar o Centro de Pesquisa da L’Oréal, no Rio de Janeiro. Além disso, ganhou passagens de avião e a estadia em um hotel, com tudo pago pela instituição.

“Foi muito incrível, o lugar é muito moderno, a forma de trabalho deles é totalmente diferente de tudo que já tivesse conhecido também. As pessoas (muitas que nos deram aulas) foram muito receptivas e os colegas do concurso também, foi legal conhecer gente de todo o País unidos pela ciência”, diz, empolgado.

Seu grupo ficou em terceiro lugar e, desta forma, ele recebeu a oportunidade de idealizar produtos voltados para cabelos grisalhos. Único membro do litoral de São Paulo a participar do projeto, Murillo vivenciou uma experiência de vida única e agregadora.

“Isso tudo pra mim foi um incentivo, algo que precisava muito e mostrou que o caminho que escolhi pode até ser um pouco mais difícil, mas que vale a pena. O importante é analisar se o curso te oferece o suporte que você precisa para o futuro. Foi assim que fiz minha escolha. Farmácia é um curso multidisciplinar, a gente aprende muita coisa na parte de biológicas, exatas, é tudo muito completo”, finaliza.

O que é o Cientistas do Futuro? – O Cientistas do Futuro é um programa de capacitação e desenvolvimento de Introdução à Cosmetologia para universitários que desejam se especializar ou expandir seu conhecimento sobre o universo científico dos cosméticos. O curso, 100% digital, é ministrado pelos cientistas da Companhia e oferece 150 vagas para todo o Brasil, sendo 50% delas destinadas para pessoas negras.

O objetivo do programa é oferecer experiência educacional e profissional aos estudantes, além da oportunidade de concorrer a posições de Estágio dentro da Companhia.