Revista Swim Channel: “Poliana Okimoto é a melhor nadadora brasileira de todos os tempos”

149

A maratonista da Unisanta, única medalhista da natação do Brasil na Rio – 2016, ocupa todas as 56 páginas da revista especial Swim Channel, que está nas bancas em luxuosa edição.

“Uma máquina de bater recordes”, “O ano da consagração” (2013) e “Chorada medalha!”  são alguns dos títulos da Swim Channel em sua primeira  edição com novo formato, seguindo o conceito revista livro, conforme explica o editor da publicação, Patrick Winkler.

O objetivo da nova fase da revista, divulgada em dezembro último,  é  “trabalhar com o conteúdo atemporal e – o principal- explorar ao máximo um tema selecionado”, informa o jornalista. A escolha de Poliana para o primeiro número do novo ciclo é explicada pela “única e solitária medalha conquistada pelo Brasil nos desportos aquáticos da Rio 2016”, e pelas conquistas anteriores da atleta.

A publicação destaca a praia de Copacabana, considerada o palco para a consagração de Poliana, local onde “começou a conquista do bronze, 11 anos atrás”. O namoro com o nadador e técnico Ricardo Cintra, após “a troca de olhares” na piscina da Universidade Santa Cecília, começou em 2003.  A parceria com Cintra, seu marido ,  “exímio velocista”,  é apontada como uma das razões do êxito  da maratonista.

A Swim Channel mostra também  a história da natação feminina, desde a pioneira Maria Lenk. Entre as adversárias de Poliana na Rio-2016  é  estacada  Ana Marcela Cunha, outra maratonista da Unisanta, com títulos mundiais.  Um dos textos é da atleta da Unisanta, Catarina Ganzeli, convidada para dar seu depoimento sobre a colega.