Professora inglesa orienta alunos sobre Mestrado e Doutorado Europeu em Águas Costeiras

133

Aula inaugural da disciplina  “Water and Coastal Management”, do Mestrado em Ecologia da Unisanta, será ministrada na noite desta quinta-feira (20/6), às 19 horas. A Universidade Santa Cecília é atualmente a única universidade brasileira credenciada pelo Programa Erasmus Mundus na área de Gerenciamento de Águas Costeiras.

Os alunos do Mestrado em Ecologia da Universidade Santa Cecília (Unisanta) começam  a ser orientados para se inscreverem à bolsa de 2.600 euros mensais oferecida  pela União Europeia,  para estudos e pesquisas na Europa, sobre Gerenciamento de Águas Costeiras.  Na noite desta  quinta-feira (20/6), a professora  PhD Alice Newton,  do Programa Erasmus Mundus, ministrou a aula inaugural da disciplina “Water and Coastal Management”, no auditório do Bloco D.

As aulas dessa disciplina prosseguirão em agosto próximo, a cargo do prof. Phd Tomás Ángel de Valls Casillas, da Cátedra Unesco, às terças e quintas-feiras,  durante o mês de agosto deste ano, na Unisanta. A Dra. Newton pretende voltar à Unisanta em agosto de 2014, ocasião em que poderá fazer entrevistas com pesquisadores interessados.

A Dra. Alice Newton elogiou a Unisanta por sua participação no Erasmus Mundus. “Tem sido uma de nossas parceiras mais ativas, com excelentes professores e alunos, a que mais envia e recebe pesquisadores”, afirmou Newton.

A reitora e a presidente da Unisanta, respectivamente Sílvia Teixeira Penteado e Lúcia Maria Teixeira Furlani, manifestaram o interesse da Instituição em incrementar ainda mais a parceria com o Erasmus Mundus, em outras áreas do conhecimento. A dra. Alice Newton foi convidada para atuar como professora convidada da Unisanta, entre outras propostas em estudos.

A Universidade Santa Cecília é receptora do Mestrado e Doutorado Europeu em Gerenciamento de Águas Costeiras desde 2004 e  tem recebido pesquisadores do Programa, tanto estrangeiros como de outras cidades brasileiras, para pesquisas em seu Laboratório de Ecotoxicologia. Pelo menos oito estiveram na Universidade para fazer parte de seus estudos naquele Laboratório e no estuário santista.

A Unisanta também tem enviado seus professores para pesquisas na Europa, dentro desse Programa europeu. O prof. dr. Augusto Cesar fez seu pós-doutoramento em Cádiz, sob a orientação de Tomás Ángel de Valls Casillas. E o dr. Rodrigo Brasil Choueri, atual professor de Mestrado da Unisanta, foi o primeiro aluno a fazer mestrado e doutorado na Europa, pelo Programa Erasmus Mundus, orientado por Augusto Cesar.

Inscrições ao Programa

As inscrições para se candidatar às bolsas do Erasmus Mundus ficarão abertas de 15 de outubro a 15 de dezembro de 2013, no site da Unesco/Universidade de Cádiz. Há uma vaga oferecida a estudantes brasileiros dentro das pesquisas em Gerenciamento de Águas Costeiras, área em que a Unisanta já  é parceira.

Os candidatos devem dominar muito bem de duas a três línguas, principalmente o Inglês Científico,  e ter um projeto na área proposta. A seleção dos candidatos começa em janeiro. Além do selecionado, geralmente há uma lista de espera de aproximadamente três estudantes brasileiros.

O Programa Erasmus Mundus oferece 120 programas de mestrados e 40 doutoramentos em diversas áreas. Os bolsistas do Brasil recebem a chamada Bolsa do tipo A, que é integral (os 2.500 euros brutos mensais), enquanto os bolsistas da Europa recebem bolsas parciais.

O Erasmus Mundus sofreu mudanças na área de Gerenciamento de Águas Costeiras.  Em vez de abrir a possibilidade de pesquisas em muitos países europeus, os estudos terão módulos obrigatórios no primeiro ano, concentrados nas Universidades de Bologna, Itália, e Algarve, em Portugal.  Os alunos estudarão no primeiro semestre na Itália e, no segundo, em Portugal. Nos anos seguintes, se dedicarão a suas pesquisas.

Uma das vantagens de se fazer os estudos no Erasmus Mundus, citada por Alice Newton, é a visão global que o mestrando e o doutorando adquirem sobre o tema de sua pesquisa, e o fato de ingressarem bem jovens em uma carreira acadêmica internacional. Formam, logo de início,  uma rede de contato valiosa, que normalmente só teriam anos depois de formados

 

Interesse mundial

O Erasmus Mundus é uma rede internacional de universidades empenhadas na pesquisa e ensino na área de Gerenciamento Costeiro e há mais de dez anos integrou a Unisanta em sua rede.

O Gerenciamento Costeiro vem ganhando cada vez mais interesse mundial nos últimos anos, devido à crescente pressão antrópica (do homem) exercida nos ecossistemas costeiros.

No Brasil, a Unisanta solidifica sua vocação como centro de estudos ambientais, costeiros e portuários, por meio de cursos, laboratórios e pesquisas. Seu Laboratório de Ecotoxicologia, além do intercâmbio com pesquisadores europeus e de outros países, faz estudos também  para indústrias, órgãos públicos e pareceres judiciários.

 

Confira notícias anteriores sobre a Unisanta e o Programa Erasmus Mundus:

 Unisanta integra Campus de Excelência Internacional do Mar coordenado pela Universidade de Cádiz, Espanha

Coordenador da Rede de Cátedras da UNESCO UNITWIN ministra palestra na Unisanta

Petróleo e gás: impacto socioeconômico e legislação pertinente são temas de doutorado na Europa

Programa de Doutorado Europeu na Unisanta seleciona pesquisas em áreas petrolíferas e portuárias

Unisanta recebe pesquisadores espanhóis para encontro sobre monitoramento ambiental em áreas portuárias e petrolíferas e doutorado

UNESCO

1 2 3 4