12º COBRIC será realizado de forma virtual e exclusiva para alunos da Unisanta

88

Inscrições gratuitas pelo site: www.unisanta.br/cobric

O 12º Congresso Brasileiro de Iniciação Científica (COBRIC) promovido pela Universidade Santa Cecília (Unisanta) está com inscrições abertas. Em razão da pandemia da Covid-19, a edição deste ano será realizada exclusivamente no modo on-line e apenas para os alunos de graduação da Unisanta.

O evento acontecerá remotamente nos dias 3 e 4/12 e contará, pela primeira vez, com uma edição temática – Santos: cidade criativa. O congresso tem como objetivos despertar a vocação dos estudantes de ensino superior na área da pesquisa, estimular a produção científica e dar oportunidade para que o resultado do estudo e dedicação dos jovens pesquisadores seja compartilhado com os demais estudantes e professores da Unisanta.

Mais de 3200 trabalhos já foram submetidos ao COBRIC desde 2012.

Inscrições – Os interessados devem submeter, gratuitamente, seus trabalhos no site www.unisanta.br/cobric, até o dia 30/10. O autor poderá inscrever e apresentar um único trabalho ou ser coautor de outros resumos e/ou trabalhos completos.
A submissão dos resumos de trabalhos de iniciação científica, TCCs, bem como de extensão, poderá ser realizada no mesmo formato como nas edições anteriores, mas com uma diferença. O aluno deverá submeter, juntamente com o resumo, a apresentação do seu trabalho em arquivo PowerPoint, com áudio.

Os trabalhos submetidos serão avaliados, segundo critérios pré-estabelecidos, pelos professores dos respectivos cursos de graduação e convidados externos. Uma vez aprovados, serão distribuídos em sessões para discussão oral (on-line), de acordo com a área de conhecimento, ocasião em que os autores deverão responder às questões elaboradas pelos avaliadores. Os resumos dos trabalhos aprovados serão publicados na Revista Ceciliana on-line.

Os melhores de cada área do conhecimento serão contemplados com o prêmio Dr. Milton Teixeira.

O 12º COBRIC conta com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Região Convention & Visitors Bureau de Santos. Além disso, atende aos Objetivos de Desenvolvimento Sustável (ODS).

Santos: cidade criativa – Para a Profa. Brigitte Rieckmann Martins dos Santos, organizadora geral do evento, a criatividade é uma das qualidades mais interessantes do ser humano. “É por meio dela que as mudanças e inovações acontecem. Pessoas curiosas, persistentes e perceptivas tendem a ser mais criativas. Esta característica pode começar a aparecer na infância, mas também pode ser adquirida ao longo da vida, se houver estímulo adequado”, afirma.

Ainda de acordo com a docente, o mercado de trabalho e as empresas passaram a valorizar cada vez mais profissionais criativos. “A elevada competitividade e perfil dos consumidores exigem ideias novas, além do contínuo aperfeiçoamento dos processos. Portanto, quem investe na qualidade só tende a ganhar na carreira. O COBRIC é um claro exemplo disto, pois representa um momento muito especial em que os estudantes apresentam o resultado de sua criatividade, construído com muito esforço e dedicação”, diz.

Brigitte explica que foi neste sentido que o COBRIC passou a ter um tema a partir deste ano. “Acreditamos que as ideias que serão apresentadas trarão um futuro melhor para a nossa cidade”.

A necessidade de vincular o COBRIC a um tema surgiu a partir da Rede de Cidades Criativas (UNESCO Creative Cities Network), criada em 2004, que promove a cooperação internacional dentro e entre municípios de zonas urbanas que investem na cultura e na criatividade como aceleradoras do desenvolvimento urbano sustentável.

As Cidades Criativas da UNESCO têm uma missão em comum: colocar as indústrias culturais e criativas no centro de suas estratégias de desenvolvimento, a fim de transformar as cidades em locais mais inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis.
Funcionando como um laboratório de ideias e de práticas inovadoras, o projeto traz contribuições concretas para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 das Nações Unidas.

Em 2019, a Rede Cidades Criativas era composta por 246 centros urbanos, sendo Santos um deles. A cidade foi escolhida para sediar o Encontro Anual de Cidades Criativas da UNESCO, que acontecerá pela primeira vez na América Latina.