Livre-docente da USP fala sobre evolução da Nanoeletrônica aos alunos de Engenharia da Unisanta, no próximo sábado (5)

239

Livre-docente da USP fala sobre evolução da Nanoeletrônica aos alunos de Engenharia da Unisanta, no próximo sábado (5)

No próximo sábado (5), às 11h30, no Consistório da Universidade Santa Cecília (Unisanta), a Faculdade de Engenharia promove palestra com o professor doutor João Antônio Martino, livre-docente da USP, que abordará o tema A Evolução da Eletrônica, Microeletrônica e a Nanoeletrônica nos dias atuais.

Desde 2000, o Dr. Martino recebe nos cursos de iniciação científica, mestrado e doutorado da Escola Politécnica da USP os alunos de Engenharia da Unisanta, que passaram pelo intercâmbio no Atelier Interuniversitaire de Micro-nano Electronique / AIME, em Toulouse, na França.

Há 20 anos, a Unisanta leva alunos de Engenharia para estágio na França, por meio de um intercâmbio exclusivo com um dos maiores centros de pesquisa em micro-nanoeletrônica da Europa. Ao retornar ao Brasil, com um currículo diferenciado, alunos da Unisanta prosseguem seus estudos nessa área e são aprovados na seleção para ingresso nos programas de iniciação científica, mestrado e doutorado da Politécnica da USP.

Destaque – O desempenho dos alunos da Unisanta no estágio francês tem sido relevante na história do AIME, que além dos estudantes do Santa Cecília recebe apenas universitários da França e da Espanha.

Ao entrarem em contato com a mais alta tecnologia na produção de circuitos integrados (chips), os projetos desenvolvidos pelos alunos da Unisanta durante o estágio na França têm apresentado resultados que superam as marcas registradas naquele instituto francês.

De acordo com o professor Djamir Mendes, responsável da Unisanta pelo intercâmbio, a turma de 2016 obteve muito sucesso na fabricação das células fotovoltaicas e sua direta aplicação nos painéis das plantas solares para captação da Energia Solar.

“A eficiência das células fotovoltaicas fabricadas por uma dupla da Unisanta superou todas as expectativas do próprio AIME”, disse Mendes.

Sobre o palestrante – Martino é mestre, doutor e livre-docente em Engenharia Elétrica (Microeletrônica) pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Seu pós-doutorado foi realizado em cooperação entre o IMEC (Interuniversity Microelectronic Center) na Universidade Católica de Leuven, Bélgica, e a Universidade de São Paulo.

Professor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo desde 1992 é o atual chefe do Departamento de Engenharia de Sistemas Eletrônicos daquela instituição.

É Senior Member do Institute of Electrical and Electronic Engineers (IEEE) e Presidente do Capítulo da Electron Devices Society (EDS) do IEEE da Seção Sul-Brasil desde 2007.

O IEEE colabora no incremento da prosperidade mundial, promovendo a engenharia de criação, desenvolvimento, integração, compartilhamento e o conhecimento aplicado no que se refere à ciência e tecnologias da eletricidade e da informação, em benefício da humanidade e da profissão.

Criado em 1884, nos Estados Unidos, o IEEE é uma sociedade técnico-profissional internacional, dedicada ao avanço da teoria e prática da engenharia nos campos da eletricidade, eletrônica e computação.

O IEEE congrega mais de 400.000 associados, entre engenheiros, cientistas, pesquisadores e outros profissionais, em cerca de 150 países.