Lúcia Teixeira, autora de O Segredo da Longa Vida, realiza bate-papo sobre Imigração Japonesa, no Colégio Santa Cecília

180

O Brasil abriga a maior população de origem japonesa fora do Japão, e um livro infanto-juvenil, O Segredo da Longa Vida, de Lúcia Maria Teixeira, conta toda essa saga e homenageia essa história.

Para comemorar os 111 anos da imigração japonesa no Brasil, a autora realizará, no dia 26/6, um bate-papo com as crianças do Colégio Santa Cecília sobre a obra, o primeiro livro infantil brasileiro traduzido para o japonês. O Segredo da Longa Vida faz parte da Trilogia do Tempo, composta por: Tudo é possível – incrível viagem no tempo,  e o recém-lançado Caminho para ver estrelas. O encontro será realizado às 15h, no Auditório do bloco D.

Sobre a obra – O Segredo da Longa Vida (Editoras Unisanta/Global) conta a história da chegada dos primeiros imigrantes ao Porto de Santos, no navio Kasato Maru, em 18 de junho de 1908. Os temas presentes no livro – a convivência, as diferenças, a aceitação – o respeito e o aplauso  – permeiam as aventuras de Lucas e da japonesinha Aiko, perseguidos pelo terrível vilão, o Ninja Sei.

O livro une ficção com as tradições japonesas. Elementos de Santos (Estação do Valongo, o porto) e do Interior (fazendas de café) estão presentes ao lado de fatos da época como a epidemia de febre amarela em Santos, a construção dos canais por Saturnino de Brito, os problemas enfrentados pelos imigrantes, a formação das colônias, as cidades de origem desses imigrantes e seus costumes.

Lançada em 2008, em Santos, São Paulo e em diversos eventos nacionais, e no Japão, em português e em japonês, a obra é adotada em várias escolas brasileiras, cruzou o mundo e fez sucesso também em terras japonesas.

Lúcia Maria Teixeira e o imperador do Japão Naruhito. Na oportunidade, ainda como príncipe, Naruhito elogiou o livro, durante as comemorações do centenário da imigração, em Santos