Curso extracurricular de Eletrônica enriquece formação de engenheiros na Unisanta

181

Quem faz qualquer uma das modalidades de graduação em Engenharia na Unisanta conta com diferenciais como a possibilidade de enriquecer o currículo e ampliar conhecimentos através do curso de extensão básico (prático) em Eletrônica, oferecido anualmente.

O curso apresenta, ao longo de 80 horas/aula, conceitos básicos da eletrônica analógica, dimensionamento de componentes e programação de sistemas embarcados, criando oportunidades para que os participantes sejam capazes de gerar soluções para diferentes tipos de situações relacionadas às suas áreas de atuação. Podem participar estudantes de Engenharia Civil, de Produção, Elétrica, de Petróleo, Química e Mecânica.

A iniciativa tem como professores responsáveis Sabrina de Cássia Martinez, Fabiane Higa e Luís Fernando Pompeo Ferrara, coordenador dos cursos de Engenharia Eletrônica e Engenharia de Computação da universidade. Colaboram ainda com os trabalhos Pedro Joaquim Verni e Ygor Telmo Rodrigues.

“O aluno que se matricula no curso já possui um diferencial, pois está disposto a aprender algo que não está em sua grade curricular convencional. Esta experiência faz o aluno assimilar os conceitos básicos de eletrônica e a importância de se trabalhar em grupo e com áreas diferentes”, comenta a professora Sabrina Martinez, responsável pelas aulas.

Um dos alunos de Engenharia que buscou complementar a sua formação foi justamente o estudante de Engenharia Mecânica Matheus Pilon de Morais. Vencedor da categoria “Melhor Trabalho Concluído” e melhor na área de Engenharias e Tecnologias no 17º. CONIC-SEMESP, realizado em 2017, Matheus, que deixou para trás mais de 2 mil projetos de estudantes de todo o país, foi um dos participantes do curso no ano retrasado.

O trabalho teve a orientação das professoras Raquel Galhardo e Sabrina Martinez e do professor Luís Fernando Pompeo Ferrara. Colaboraram ainda com o projeto Fabiane Higa Fagundes, o Grupo de Pesquisa em Engenharia Aplicada (GPEA) e o Núcleo de Pesquisa em Eletrônica (NPE).

Buscando cursos extracurriculares que pudesse realizar durante a graduação e seguindo a sugestão de um professor, Matheus revela ter tido uma experiência muito boa com a iniciativa. “No curso, pude conhecer mais sobre eletrônica, o funcionamento de alguns componentes, fabricação de circuitos impressos e desenvolver habilidades de programação para resolver os exercícios que envolviam o uso da plataforma Arduino. Tudo isso contribuirá para a minha formação profissional”, ressalta o aluno, que desenvolveu uma janela automatizada com sensor de umidade.

O estudante destaca ainda que foi justamente a partir da apresentação do projeto de encerramento do curso que acabou sendo convidado pela professora Sabrina para continuar com o projeto, implementando diversas melhorias, como a instalação de um display e até uma forma de a janela ser acionada a distância.

“Após a realização desse estudo, realizamos o envio para o CONIC, onde o projeto foi apresentado. Pretendo continuar aprimorando meus conhecimentos em eletrônica, possivelmente com uma pós-graduação ou até mesmo cursando uma graduação nesta área”, revela.

No encerramento da quinta turma do curso foram apresentados diversos projetos de conclusão, que foram avaliados pelas professoras Tatiani Sabaris e Raquel Galhardo.

Inscrições – Outras informações sobre o curso básico de extensão em Eletrônica, com inscrições abertas anualmente e que chegará em 2018 à sua sexta turma, podem ser obtidas na diretoria dos cursos de Engenharia da Universidade Santa Cecília, localizada na sala M-117 do Bloco M.

Fonte: Site Engenharia Unisanta