Unisanta é reeleita para representar a sociedade civil no Comitê da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista

41

A Universidade, representada pela equipe do Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas (NPH), foi reeleita e reconduzida como titular no segmento da Sociedade Civil – Universidades e Institutos de Pesquisa

A Universidade Santa Cecília (Unisanta), representada pela equipe do Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas (NPH), foi reeleita como titular, na categoria de Universidades/Institutosdo Comitê da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista (CBH-BS), para o biênio 2017-2019.

A posse ocorrerá na próxima terça-feira (4/4), às 14 horas, naAGEM-BS – Agência Metropolitana da Baixada Santista, Rua Joaquim Távora, 93, Vila Mathias, Santos-SP.

Representante e atuante desde a fundação do CBH-BS, nos últimos dois mandatos participou ainda de forma mais ativa coordenando duas importantes câmaras técnicas do comitê, a Câmara Técnica de Planejamento e Gerenciamento (CT-PG), desde o início de 2016, e a Câmara Técnica de Saneamento e Usos Múltiplos (CT-SUM), entre 2012 e 2016.

Além da Unisanta, tomarão posse outros representantes da Sociedade Civil, representantes das nove Prefeituras da região e Secretarias de Estado, para o período vigente de 1º. de abril deste ano a 31 de março de 2019.
Entre outros assuntos, na reunião do dia 4 ocorrerá a eleição da Mesa Diretora e também dos novos representantes das câmaras técnicas e comissões especiais do CBH-BS para o período 2017 a 2019.

Importância do NPH

Há mais de 20 anos, o NPH desenvolve pesquisas de interesse público e científico na área de recursos hídricos, com foco em qualidade da água no estuário e bacias hidrográficas na zona costeira do estado de São Paulo, com forte atuação na Baixada Santista. Além disso, utilizando ferramentas computacionais para estudar a hidrodinâmica e a qualidade de água, desenvolveu sistema de previsão e alertas.

Com esses estudos, o NPH produz, automaticamente, relatórios, prognósticos e alertas para condições pré-estabelecidas, relevantes para os usuários do sistema, como alertas sobre ressacas, nível do mar, assim gerando e fornecendo sistematicamente informações para as Defesas Civis, algumas secretarias municipais, Sabesp, Cetesb, Praticagem de Santos, entre outros.

Atuam no NPH e no CBH-BS a coordenadora, professora e engenheira Alexandra F. P. Sampaio e o professor Renan Braga Ribeiro, biólogo e pesquisador do Núcleo.