Monitoramento realizado pelo NPH da Unisanta é citado em matéria da revista especial Porto & Mar no domingo, 2/12

21

O Núcleo recebe em tempo real os dados do Redraft, software que mede a distância vertical entre a linha d’água e o fundo do casco do navio, e os informa aos centros de Defesa Civil de cinco municípios da Baixada Santista.

A coordenadora do Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas da Universidade Santa Cecília (Unisanta), professora Alexandra Sampaio, concedeu uma entrevista para a revista especial Porto & Mar, encartada no jornal A Tribuna de  domingo, 2/12.

Na matéria de seis páginas sobre projetos de investimentos da Praticagem (ação de conduzir com segurança a embarcação) no Porto de Santos, o NPH foi mencionado pelo trabalho de recebimento dos dados do Redraft– software que mede a distância vertical entre a linha d’água e o fundo do casco do navio, em tempo real.

O Núcleo informa esses dados aos centros de Defesa Civil de cinco cidades da Baixada Santista, através de um sistema chamado Aquafase de gestão de informação.

“Com este compartilhamento de informações, conseguimos ter previsões com até três dias de antecedência para ondas, marés e correntes”, comenta a coordenadora.

Alexandra ressaltou que há boletins diários para manter a população informada e, em casos de necessidades, é possível enviar alertas à população.

“Esta ferramenta vem contribuindo para a produção de alertas cada vez mais eficientes de eventos extremos, em uma região altamente vulnerável a impactos dessa natureza, possibilitando a diminuição dos impactos desses eventos por meio de alertas para a população”.

Conforme a professora, com o sistema de aquisição e transmissão de dados em tempo quase-real do Centro de Coordenação, Comunicações e Operações de Tráfego (C3OT) da Praticagem, é possível aferir em alguns minutos, informações precisas de vários pontos ao longo do canal de navegação do Porto de Santos.

O próximo passo, segundo Alexandra, é ampliar a área de obtenção de dados para outras regiões do litoral. O título da matéria foi “Investimentos da Praticagem garantem crescimento do Porto”.

A parceria da Praticagem com o NPH existe desde 2014.

A Revista Especial Porto & Mar tem 50 páginas.