Revelações da Unisanta, Costa e Calvelo são promessas da natação para Tóquio 2020

126

Integrantes do Projeto Olímpico Tóquio 2020 da Universidade Santa Cecília (Unisanta), os jovens nadadores Guilherme Costa (19) e André Calvelo (17 anos) são os novos donos de importantes recordes das piscinas.

No Campeonato Paulista Júnior e Sênior de Verão, que terminou no último domingo, na Capital, Guilherme Costa quebrou dois recordes sul-americanos, nos 800m e 1500m livre, com os tempos de 7m56s29 e 15m00s54, respectivamente.

André Calvelo, aluno do Colégio Santa Cecília, foi destaque e brilhou nos Jogos Escolares da Juventude, no último final de semana, em Brasília. Na página oficial do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), que organiza a competição, Calvelo foi considerado “um novo talento da natação brasileira”.

Calvelo conquistou, na maior competição estudantil do Brasil, cinco medalhas de ouro e uma de prata, sendo quatro com recordes (50m e 100m livre, revezamentos 4x50m livre e 4x50m medley).

Um dos recordes quebrou a hegemonia do colega de equipe e campeão olímpico da juventude, Matheus Santana, dono da melhor marca nos 100m livre, desde 2013 (50m42s). Calvelo cravou o tempo de 50m21s.

“Confiei no trabalho do meu técnico e aí eu acreditei que dava. Era possível. Tudo que acontece, depende do seu empenho. Consegui fazer o melhor tempo da minha vida e bater o recorde do Matheus, é algo especial”, contou o velocista.

Paulista – Além de dois recordes Sul-Americanos batidos nas provas mais longas e um recorde de campeonato nos 400m livre Jr2, de Guilherme Costa, a Unisanta deixou sua marca no Paulista de Verão. A equipe ceciliana foi Vice-Campeã Paulista, com 1097,50 pontos, seguida pelo Corinthians, com 604 pontos. O título de campeã ficou com o Pinheiros, que fez 1391 pontos.

Gabi Roncatto obteve o recorde do campeonato nos 200m e 400m medley e nos 400m livre Jr2; Léo de Deus superou o tempo nos 100m e 200m borboleta Sênior; e Júlia Sebastian, recorde do campeonato nos 100m e 200m peito Sênior.

Os dois únicos recordes sul-americanos batidos no Campeonato Paulista foram conquistados pela Unisanta. Gabi Roncatto ficou com o título de melhor índice técnico do Jr2 feminino, além do troféu eficiência, pela quantidade de pontos que fez para sua equipe.
Na categoria Sênior, o troféu eficiência foi para Julia Sebastian. Guilherme Costa foi obteve o melhor índice técnico no Jr2 masculino e ainda ficou com o troféu eficiência. No Sênior masculino, quem mais pontuou para a Unisanta foi Léo de Deus.

Troféu FAP – Simultaneamente ao Paulista, foi realizado o Troféu FAP de natação, que reuniu os oito melhores tempos do Paulista no absoluto. Nessa competição, Julia Sebastian (Unisanta) ficou com o recorde sul-americano absoluto nos 200m peito.

Na pontuação final, a Unisanta também subiu ao segundo lugar mais alto do pódio, terminando com 575,50 pontos. O Pinheiros ficou em primero (732,50) e o Corinthians em terceiro (199).

Outras conquistas – Érica Santos, atleta e formada em Educação Física pela Unisanta, foi vice-campeã da Copa de Veneza de Caratê, realizada na Itália, no final de semana. Pelos Jogos Abertos da modalidade, Luana Bueno e Brenda Padilha ganharam duas medalhas de ouro cada uma e ajudaram Santos a obter o título de campeã geral no feminino.

Na maratona aquática, Ana Marcela Cunha (Unisanta) venceu a prova dos 5 km, na Bahia, no último domingo. Foi a sexta e última etapa do Campeonato Brasileiro de Maratonas Aquáticas, e Ana venceu todas. Com o resultado, a baiana conquistou seu nono título nacional. No masculino, Victor Colonese (Unisanta) ficou em segundo lugar na prova.

Guilherme Costa – Recordes Sul-Americanos
André Calvelo – Destaque e recordes nos Jogos Escolares da Juventude – Foto: site COB