Voltar para a homepage de Notícias da Unisanta

Publicado em 14/10/2011 às 16h00

II Seminário sobre Porto e Patrimônio Cultural será de 18/10 a 17/11

Por Assessoria de Comunicação

O Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos – CONDEPASA, o Núcleo de Estudos Portuários, Marítimos e Territoriais da Universidade Santa Cecília – NEPOMT/UNISANTA e a Fundação Arquivo e Memória de Santos – FAMS realizam, de 18/10 a 17/11/2011, o “II Seminário sobre o Patrimônio Cultural”. Haverá palestras e debates com autoridades e destacados profissionais, visitas técnicas e exposições com o tema “Porto e Patrimônio Cultural”.

O II Seminário sobre o Patrimônio Cultural começa na terça-feira, dia 18/10, com a abertura da exposição “A joia do Itatinga, a força do Porto de Santos”, às 19 horas, na Oficina Cultural Regional Pagu, Praça dos Andradas, s/n, Centro – Santos.

A exposição registra a memória da Usina Hidrelétrica de Itatinga, com ênfase nos aspectos histórico, tecnológico e natural do complexo e, de acordo com a curadora, Ana Luisa Howard de Castilho, “visa destacar a importância da preservação da tecnologia presente em Itatinga, reforçando dois conceitos valiosos para as futuras gerações: tratar o patrimônio como algo precioso, uma joia, e estimular o conhecimento sobre a singularidade do complexo”.

No dia 20/10, quinta-feira, acontecerá a Mesa Redonda “Arquitetura Contemporânea e Patrimônio Cultural – Parte 1”, a partir das 19h, no Consistório da Unisanta, que fica na Rua Oswaldo Cruz, 277, Térreo do Bloco M, Santos.

Até que ponto se estabelece o diálogo entre o contemporâneo e o patrimônio histórico e cultural? Quais exemplos podemos avaliar, criticamente, para estabelecer soluções projetuais de arquitetura que sejam, simultaneamente, contemporâneas, funcionais e que respeitem o patrimônio cultural? Essas, e outras questões, estão presentes tanto no exercício profissional do arquiteto como no debate sobre o patrimônio promovido pelos órgãos de defesa e entidades que neles tem assento. Ampliar esse debate é fundamental para o correto posicionamento de ambos.

Para expor o tema, a organização do evento convidou os arquitetos Abílio Guerra e Marcelo Ferraz. Abílio Guerra, conhecido pela sua abordagem teórica, é professor universitário e editor de Vitruvius, um dos mais importantes portais sobre arquitetura e urbanismo. Marcelo Ferraz, da Brasil Arquitetura, é reconhecido nacional e internacionalmente por seus projetos de intervenção, desde sua parceria com Lina Bo Bardi até os mais recentes como o Museu Rodin ou o Museu do Pão.
Compõem a mesa para o debate o vereador Reinaldo Martins, das comissões de Porto e Cultura da Câmara Municipal; e o professor universitário e conselheiro do CONDEPASA, arquiteto Ney Caldato. Após o debate haverá o lançamento, em Santos, do livro “Arquitetura Conversável”, com autógrafos do autor, Marcelo Carvalho Ferraz, também no consistório da Unisanta.

Na sexta-feira, 21/10, a partir das 9h, ocorrerá a primeira visita programada ao Centro de Santos. O roteiro inicia com a Bolsa do Café, segue até o Teatro Guarany e termina no Valongo, junto às obras do Museu Pelé. Para esta visita é necessária a inscrição prévia pelo email condepasa-secult@santos.sp.gov.br As vagas são limitadas.

Gostou desta matéria? Compartilhe:

Mais notícias de Eventos