Anna Paula Souza Mendes, de Arquitetura, e Nícollas Alessander Araújo, de Engenharia de Computação, passarão seis meses estudando em Coimbra, Portugal.

Estudantes da Universidade Santa Cecília (Unisanta), Anna Paula Souza Mendes e Nícollas Alessander Araújo estão em Portugal participando de intercâmbio na Universidade de Coimbra (UC), por intermédio de convênio firmado entre as instituições. Eles permanecerão na cidade portuguesa durante seis meses.

O convênio possibilita que os alunos fiquem isentos da “propina”, como é a chamada a mensalidade em Portugal. De acordo com o coordenador de Internacionalização da Unisanta, Prof. Dr. Daniel Siquieroli Vilas Boas, semestralmente a Universidade de Coimbra publica em seu site disciplinas oferecidas para que os interessados possam se candidatar. Os alunos enviam o histórico das disciplinas cursadas na Unisanta e suas respectivas notas para análise da Universidade de Coimbra.

Anna Paula está no 4º ano de Arquitetura e Urbanismo na Unisanta e em Coimbra deu foco para as disciplinas optativas para aprender diferentes disciplinas. “Um exemplo é fotografia, disciplina que estou amando aqui. Também pretendo cursar línguas, talvez italiano ou espanhol. Durante o primeiro mês é possível fazer alterações nas disciplinas que havia escolhido previamente”, afirma.

A estudante explica que os únicos gastos que teve foram os da passagem, hospedagem e alimentação. “Quando cheguei aqui não sabia o que esperar. Estou amando. Acho que é uma experiência maravilhosa. Estou ficando em uma casa de família. Todos os dias acordo cedo e vou para o restaurante, o pai é chef de cozinha e está me ensinado a culinária daqui. De manhã e à tarde tenho aulas e a noite aqui em Coimbra é bastante agitada. Onde estou aprendo muito mais sobre a cultura local”.

Veterano em intercâmbios, Nícollas cursa o 4º ano de Engenharia de Computação e esta é sua sua segunda experiência acadêmica internacional por meio de parcerias firmadas pela Unisanta. “Participei do projeto Toulouse/Almeria no ano passado. Nesse projeto fomos para a Universidade de Toulouse, na França, e à Universidade de Almeria, na Espanha, com o objetivo de realizar de cursos de capacitação em energia solar fotovoltaica, desde a criação das células utilizadas nos painéis solares até o planejamento de instalações movidas a energia solar.

Em Coimbra ele está estudando Engenharia Informática, que é o equivalente ao curso de Engenharia da Computação na Unisanta, e optou por disciplinas mais focadas na área de programação. “Meu principal objetivo ao escolher fazer esse intercâmbio foi ter uma maior especialização na área em que eu mais tenho afinidade dentro do meu curso, que, consequentemente é a área em que pretendo trabalhar. Então acredito que essa experiência, além de contribuir bastante para minha formação acadêmica, será essencial para criar uma base para o caminho que pretendo trilhar profissionalmente”, diz Nícollas.

“O intercâmbio permite que o estudante tenha uma visão muito ampla de suas áreas de atuação, pois certamente se relacionará com pessoas de diferentes nacionalidades e experiências. A troca dessas experiências é única e impraticável nesta escala se o aluno não for para o exterior. Além disso, viver num local e com pessoas desconhecidas promove uma extroversão e uma integração com a pluralidade e com a diversidade cultural, garantindo um crescimento pessoal enorme”, afirma coordenador de Internacionalização da Unisanta.

Informações sobre convênios e intercâmbios em: http://unisanta.br/VidaAcademica/Intercambios