Ensino Inclusivo do Colégio Santa Cecília é destacado pela AT Revista, em edição especial

22

O Caderno AT Revista mostrou no domingo (28/11) a inclusão de crianças com deficiência no ensino. A entrevistada foi a professora Denise dos Santos Fernandes, coordenadora do Ensino Fundamental do Colégio Santa Cecília, onde crianças com deficiência são trabalhadas em sua individualidade para que possam ser incluídas.

“Há uma avaliação de cada aluno. Criamos formas, materiais e estratégias baseados no que ela é capaz de fazer. Mas nosso objetivo é que cada uma delas possa acompanhar o aprendizado dos demais e seguir com seu grupo até a formação, visando a autonomia na vida adulta”, completa Denise.

A escola tem como princípio a inclusão de alunos com algum tipo de deficiência – visual, auditivo ou mental – durante as aulas normais. Parte do tempo de aprendizado a práticas individuais é passado em um espaço chamado Sala de Recursos. Segundo Denise.  nesse lugar são utilizados objetos como a caixa de estímulo tátil, jogos de memória, alfabeto móvel, globos terrestres adaptados e livros em braile.

O aluno Renan Nóbrega Soares, do Ensino Fundamental, foi mostrado como exemplo. Trata-se de uma criança diagnosticada com paralisia cerebral e que está sendo alfabetizada no ensino regular. O seu principal instrumento, de acordo com a matéria, é a prancha de comunicação alternativa, por onde Renan relaciona frases a imagens correspondentes. Ele está aprendendo a ler dessa forma. De acordo com Denise,  em cada dia de aula um aluno da sala fica responsável por auxiliar Renan nas atividades e na hora do lanche.