Ondas moderadas e maré elevada predominam até esta quarta-feira (14), informa o NPH – Unisanta

48

Se a previsão se confirmasse, e se houvesse  ventos fortes, haveria  possibilidade de   alagamentos nas vias públicas. As chuvas de sábado fizeram com que os  canais transbordassem  nas praias, sem ligação com as marés, até então. 

 

Ondas moderadas, associadas à ocorrência de maré elevada atingem a região desde a segunda-feira (12) e deverão predominar até esta quarta,  informa o Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas da Universidade Santa Cecília (Unisanta).

Com a chegada de uma frente fria na região, caracterizada por ventos do quadrante sul, de acordo com os modelos numéricos do NPH-Unisanta,  a previsão para segunda foi de ondas oriundas dos quadrantes sul-sudoeste superiores a 2,50 metros na zona costeira e 1,3 metros na região da Baía de Santos.

Para esta terça-feira,  a previsão para  a altura das ondas é similar a de ontem, mas com ondas oriundas principalmente do quadrante sul.

Além disso, a previsão é de nível do mar elevado, acima do previsto na tábua de marés. Segundo os resultados do modelo,  a maré deve ultrapassar 1,80 metros com pico às 3h30 do dia 13/02, representando um aumento de 50cm em relação à tábua de marés, e outro pico de 1,70 metros por volta das 14h30.

Ventos intensos

A previsão pode se intensificar devido à previsão de ocorrência de ventos intensos. Ressalta-se que estas informações são baseadas em previsões de modelos numéricos, podendo sofrer alterações ao longo do tempo, informa O NPH-Unisanta.

Os pesquisadores do NPH-Unisanta e a Defesa Civil de Santos recomendam atenção e o acompanhamento das previsões. Se a previsão se mantiver, há grande probabilidade de ocorrência de alagamentos nas vias públicas, ocasionados pelo nível do mar e de impactos nas estruturas urbanas. Boletim emitido às 13h de segunda-feira (12/02/2018).

Informações oficiais sobre as condições de mar são emitidas pela Marinha do Brasil.