Resiliência será tema de debate do Pro Líder da Unisanta

64

Com o objetivo de desenvolver e estimular competências voltadas para a autoliderança nos universitários, o Programa de Formação de Lideranças (Pro Líder) da Universidade Santa Cecília (Unisanta), realiza mais uma rodada de atividades direcionadas aos alunos de Sistemas de Informação, de 22 a 25/5.

A resiliência será o tema abordado no mês de maio. Trata-se da capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão a partir de soluções estratégicas.

O Pro Líder promove palestras, mesas-redondas e atividades em salas de aulas sobre assuntos relevantes para o desenvolvimento da autoliderança. Além das palestras, os estudantes também contam com vídeos e textos de apoio escritos por colaboradores, convidados e gestores no site do programa http://prolider.unisanta.br

“Para ser um bom líder é preciso se aprimorar como indivíduo. O grande líder indiano Mahatma Ghandi, décadas atrás, já relacionava processos de desenvolvimento de lideranças com mudanças interiores: ‘Você deve ser a mudança que você quer para o mundo’”, afirma o Prof. Alfredo Cordella, membro da equipe gestora do Pro Líder e professor do curso de Sistemas de Informação.

Programação – No mês de maio, o especialista em Coaching de Carreiras e docente da Unisanta, Prof. Bruno Frota, e a especialista em Gestão de Pessoas e coach Integrativa Sistêmica, Lilian Freire, desenvolverão a temática da resiliência dentro das disciplinas de: Gestão da Inovação (22/5), Ética (23/5), Teoria Geral dos Sistemas e Gestão da Inovação (24/5), Teoria Geral dos Sistemas (24/5) e Empreendedorismo (25/5). As palestras acontecem a partir das 19h, no Auditório do Bloco D, Rua Oswaldo Cruz, 266, com exceção do dia 24/5, quando a atividade será realizada na sala 419 do Bloco E, pela manhã.

“O País está demasiadamente carente de líderes em todos os setores, que assumam seu papel com responsabilidade e arregacem as mangas para a retomada do crescimento desta nação. Cabe às instituições de ensino e aos que dedicam sua vida à educação estimular os jovens a assumirem seu papel na sociedade, com justiça e honestidade”, disse o coordenador do curso, Prof. Antonio Carlos Guerra.