Setembro é o mês de conscientização da Distrofia Muscular de Duchenne. O evento é aberto ao público e está inscrições abertas até 20/9.

“Abordagem Fisioterapêutica a indivíduos com Esclerose Lateral Amiotrófica: enfoque sobre o comprometimento motor”; “Relato de Caso”; e “É possível viver bem com Distrofia”, são temas de algumas palestras que acontecerão no I Simpósio de Fisioterapia e Farmacologia em Doenças Neuromusculares, promovido pela Faculdade de Fisioterapia da Universidade Santa Cecília (Unisanta), no dia 22 de setembro, no Auditório do Bloco E.

A partir das 8h e durante toda a manhã do dia 22, haverá palestras sobre diversos tópicos para alunos do curso e também, para pessoas que tenham interesse no assunto. O evento terá a participação de profissionais experientes da área de Fisioterapia e Farmacologia, dentre eles estão a pediatra Ana Lúcia Langer, médica especialista em Fisioterapia Neurofuncional Adulto; Maria Clara Migowski Pinto Barbosa, Presidente da Associação Carioca de Distrofia Muscular (ACADIM); e o mestre Marcus Vinicius Moreira, Diretor Clínico da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD).

“Setembro é o mês de conscientização da Distrofia Muscular de Duchenne, patologia neuromuscular progressiva que acomete os músculos de meninos, degenerando-os e  manifestando-se por fraqueza muscular. Essa patologia tem relevância clínica, sendo de fundamental importância a intervenção farmacológica e fisioterapêutica”, explica Vivian Vargas, docente do Curso de Fisioterapia da Unisanta.

O Simpósio é aberto ao público. As inscrições podem ser feitas até 20/9, às 18h. Interessados e alunos devem enviar o nome completo para o e-mail: daelsfisioterapiaunisanta@outlook.com. A taxa de inscrição para os visitantes é de R$ 10,00 (dez reais), a serem pagas em dinheiros, que serão recebidos na hora. Alunos da Faculdade de Fisioterapia da Unisanta são isentos do pagamento.

Cronograma de palestras do I Simpósio de Fisioterapia e Farmacologia da Unisanta:

8h – Abertura

8h15 –“Abordagem Fisioterapêutica a indivíduos com Esclerose Lateral Amiotrófica: enfoque sobre o comprometimento motor” – Me. Renata Morales Banjai. Fisioterapeuta, especialista em Fisioterapia Neurofuncional Adulto, Mestre em Fisioterapia, Docente no curso de Graduação em Fisioterapia na Unisanta.

8h45 – “Olhando o futuro na DMD” – Pediatra Ana Lúcia Langer. Médica, especialista em doenças Neuromusculares, ex-Diretora da Clínica da ABDIN e ex-coordenadora da área clínica do Centro de Estudos do Genoma Humano.

9h15 – “Perspectivas para obtenção dos medicamentos que tratam doenças neuromusculares (Ataluren, Eteplirsen e Spiranza)” – Farmacêutica Juçara Barga do Nascimento. Especialista em Gestão da Assistência Farmacêutica pelo SUS.

9h45 – “Relato de Caso” – Juliana de Luna Pereira. Professora de Educação Infantil, Administradora do Grupo Mães Duchenne Brasil e Diretora de Comunicação e Eventos da Associação Mães Duchenne Brasil/ Associação de Distrofia Muscular do Espírito Santo

10h15Coffee Break.

10h45 – “Cuidados ortopédicos no paciente neuromuscular” – Me. Marcus Vinicius Moreira. Ortopedista pediátrico, Diretor Clínico da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) e Ortopedista do Santos FC.

11h15 – “Atuação fisioterapêutica no pós-operatório de MMII nas Distrofias” – Me. Vivian Vargas de Moraes Martins. Fisioterapeuta, especialista em Fisioterapia Aplicada a Neurologia Infantil, Docente do curso de graduação em Fisioterapia da Unisanta.

11h45 – “Abordagens e estratégias de fisioterapia respiratória em AME” – Fisioterapeuta Simone Gonçalves de Andrade Holsapfel. Especialista em Doenças Neuromusculares.

12h15 – “É possível viver bem com Distrofia” – Maria Clara Migowski Pinto Barbosa. Presidente da Associação Carioca de Distrofia Muscular (ACADIM).